31 de agosto de 2009

Fechamento do dia

IBOV perdeu fundo importante ao passo que DJI se segurou no finalzinho. O que isso quer dizer? Não faço idéia, mas o óbvio não deixa de fazer sentido: descolamos do DJI para subir tanto, por que não poderíamos descolar para cair mais do que eles? O fantasma da China vai chegando e se perigarmos perder os 55k, dou férias pro blog de vez. Abyara resolveu micar no fechamento, quem pegou nos 4.41 e realizou, fez mais de 6% até a máxima de hoje, quem segurou, tem que colocar estope financeiro porque não há pontos gráfico de sustenção próxima. Trade especulativo encerrado para o blog. Demais papéis surtando, com comportamentos variados, tudo muito caótico. Prometo um comentário sobre os demais papéis mais tarde, agora estou corrido.

Boa noite a todos.

FHER3, me chama atenção







Apesar de estar na congestão, fez fundo mais alto hoje sobre uma de suas LTAs. Se olharmos no intraday 60, agulhou na compra, rompeu uma inclinada LTB desde o último topo, fez pullback nela e outro fundo ascendente. No diário tem agulhada em formação, e bollinger muito fechado, prenunciam movimento forte. Quem está comprado, tem estope mais alto agora em 11.02. 12.50 é aonde precisa romper.

PETR3 e PETR4

-7% e -5% respectivamente...sei não meu povo e minha pova...Pode até perder os 56k, mas se perder os 55k, pode jogar no acostamento.

DJIA e IBOV

Querendo derreter.
DJI perdendo os 9.459 já no intraday, se confirmar em fechamento caracteriza topo.
IBOV perdendo 56.845 já no intraday, se confirmar em fechamento caracteriza topo.

Se Shangai não estivesse derretendo do jeito que está, ficaria mais sossegado no curto prazo, confesso. Se o mercado mudar a mão, um sinal muito claro será dado: todos os setups de compra serão estopados. Simples assim.

Semana inicia no vermelho


Mas o que mais me assusta é isso aqui:


Shangai, caindo já há semanas, ontem fez sinal de fundo, e acabou sendo socado a -7%. Isso é algo muito ruim para o mercado comprador, especialmente porque foi o primeiro país a achar fundo para a crise e que começou a subir primeiro. Se seguirmos essa lógica, em breve poderemos voltar a sonhar em CB aqui. Não quero ser pessimista nem de longe, mas é algo muito sério e a se considerar.

Realizar cedo demais, mais do que nunca.

30 de agosto de 2009

Fim de domingo, ínicio de segunda

Mercado inicia marcando território dos touros na Ásia e Oceania, animando os índices futuros americanos, que já trabalham no azul desde sua abertura. Bom resto de semana a todos, nos vemos amanhã. Se esquecí de responder alguém, deixem aqui suas mensagens. Abraço a todos.

Brasil está apto a ser 1º grau de investimento pós-crise, diz Moody's

28/08/2009 - 20h18


da BBC Brasil

O Brasil reúne as condições necessárias para se tornar, nos próximos dias, o primeiro país, entre os 100 países analisados pela agência de classificação de risco Moody's, a ser avaliado como ''grau de investimento'' desde o início da crise econômica.

É essa a opinião do analista-chefe para o Brasil da agência, Mauro Leos. A classificação é dada a países cujas economias são consideradas seguras para investidores. A categoria determina se um país oferece ou não risco de pagar seus títulos. Quanto mais elevada a classificação, maior a propensão em atrair títulos.

Entenda o que é "rating" ou nota de risco

Em entrevista à BBC Brasil, Leos afirmou que, se a conclusão do comitê de avaliação da agência for a de que o Brasil merece entrar nessa categoria isso se dará porque ''o país está apto a arcar com choques externos, está se movendo na direção certa e os riscos crediários que enfrenta são mais baixos do que antes''.

Outras duas agências de risco, a Standard & Poor's e a Fitch Ratings, já haviam elevado a classificação do Brasil para grau de investimento, no ano passado.

Mas a Moody's, ao contrário das duas outras, decidiu não elevar a categoria do país no ano passado, a fim de aguardar para ver o quanto o país seria afetado pelos efeitos da crise econômica mundial.

''O Brasil se saiu melhor do que o esperado. E um dos fatores decisivos para rever a classificação do país foi a avaliação do mercado. No Brasil, após um período crítico entre setembro e novembro, quando houve queda da atividade econômica, o sentimento do mercado melhorou consideravelmente'', afirma Leos.

Emergentes

Segundo ele, a despeito do ''declínio abrupto do quarto trimestre de 2008, o Brasil se diferenciou de outras economias emergentes em 2009, porque já está crescendo a uma taxa de 4%, no terceiro trimestre, em termos anuais, um índice que não temos visto em outros países''.

Fatores como sistema bancário sólido, balanço de pagamentos positivo e retorno do fluxo de capitais foram determinantes para provocar a revisão da Moody's.


''Mas no caso do Brasil, isso não é grande o suficiente para causar preocupação. A posição oficial do governo é a de retomar balanços primários consistentes com o compromisso de reduzir a dívida pública.''O analista afirma que o Brasil, assim como outras nações afetadas pela crise, sofreu um aumento de seu déficit fiscal e, consequentemente, da dívida pública.

De acordo com Leos, se vier a ser de fato considerado grau de investimento pela última agência que faltava, isso possibilitará ao Brasil contrair empréstimos mais elevados a taxas de juros mais baixas.

A avaliação também abrirá caminho para fundos de investimentos e os fundos de pensões americanos que têm como critério só investir em países que são avaliados como grau de investimento por diferentes agências de classificação.

28 de agosto de 2009

Fechamento da semana

Mercado segue em congestão de topo, nada de novo além das considerações que já observei nos dias 26 e 27. Todos meus amigos que operam no mercado, inclusive os que vivem disso são unânimes: estamos todos perdidos no curto prazo. Alerta. Boa noite a todos e bom fim de semana. Até segunda.


EMBR3, recuou um pouco, mas segue dentro de um canalzinho de alta no intraday, não há o que se preocupar até aqui.

MAGG3, lateralizando, como o restante do mercado, a dúvida é se é acumulação ou distribuição.

POSI3 deixou um doji e marcou nova máxima. Trade especulativo encerrado: +6%

MMXM3, fechamento não bom, abaixo dos 8.61. Topo descendente? Tem que esperar para ver. Quem estiver inseguro, realiza e paga as corretagens. Quem puder segurar, estope em 7.88

FHER3, acumulando, 12.01 é aonde ajudar a crescer a árvore.

BRKM5, 10.05 novo estope, 11.15 é target. 10.75 é aonde precisa passar.

CNFB4, de lado, sem novidades.

ABYA3, trade especulativo acionado.

ABYA3 - setup especulativo acionado

Não estou mandando ninguém fazer.

ABYA3, rompeu pivot de alta após breve período de acumulação, e rompeu com o maior volume financeiro da história do papel, que busca agora a resistência em 4.90, 5.18 e 6.75. OBV é histórico, IFR e EL com espaço para mais altas, bem mais aliviados do que no último topo. Bollinger é aberto para cima com explosão. Estope é financeiro.

ABYA3 - atenção para o rompimento dos 4.40


ABYA3, rompendo os 4.40 e fechando acima desse valor papel gera entrada especulativa com caminho livre até os 4.91. Bandas de bollinger que estavam muito fechadas, prenunciando movimento explosivo, começam a se abrir para cima. OBV com tendência de alta belíssima, dá o tom de otimismo para a operação na compra. Volume em níveis acima da média, IFR e EL em elevação, espaço para mais altas. Estope financeiro.

Obs.: Figura de mastro bandeira presente, se fechar assim, sugere alta forte


SLCE3 - não saí na hora do estope, e agora?


Agora acontece algo que eu detesto na bolsa, entra a emoção e a razão dá lugar para a torcida.
Bem, tentando raciocinar aqui, dá para ver o papel está sendo sustentado pela MMa200 (linha vermelha) e por um possível canal de caixa, aonde uma Linha de Suporte inclinado de baixa está passando pelo preço da cotação atual no momento. Se perder no fechamento do dia essa linha, deve ir buscar a MMa200 (perdeu ontem a MMe200 -linha verde, logo abaixo estava o estope), próximo a mínima do dia, e se perder, aí o buraco é mais embaixo. Se resolver estancar a queda daí, confirmaria a tese do canal de baixa e ele teria algum espaço para ir buscar a linha de cima de retorno do mesmo, aonde seria um ponto de fuga. Não sei dizer se vai ocorrer e nem quanto tempo demoraria. O fato dos indicadores estarem sobrevendidos faz crer que não tem muito mais espaço para queda, muito embora isso não seja suficiente para frear uma queda maior. Sinto muito pelos que ficaram presos no trade.


Bom dia a todos - sexta feira duplamente feliz


Primeiro, porque é sexta-feira: descanso merecido chegando.
Segundo, porque todos os índices futuros estão muito azuis. Ásia e Europa mais lindonas impossível.

Lição de moral do dia: se o seu papel render só 1% enquanto outros renderem 10%, não tem problema. O que importa é que você participou da festa.



27 de agosto de 2009

Fechamento do dia


Congestão de topo, é o que vejo no mercado nessa semana. Nesse tipo de padrão os candles no gráfico diário simplesmente não fazem nenhum sentido e tampouco nos dizem algo. Candle de topo e fundo vão se alternando num zigue zague que indica a força entre compradores e vendedores, sendo que esses últimos contam a seu favor apenas uma divergência de baixa no IFR que já não parece lá essas coisas. As capas das revistas chamando a sardinhada para a bolsa, o Jornal Nacional chamando a sardinhada para a bolsa, a notícia de um possível novo Investment Grade pela agência de risco Moodys, tudo isso vai recriando um cenário sinistro de grande simetria ao do ano passado, que justamente precedeu a queda vertical que tivemos. Sinal alerta ligadíssimo aí. Padrões existem para se repetir, e para mim, se não estamos perto do topo (sigo compradíssimo no curto prazo), razões para temer estão aí.


SLCE3 - armou pivot de baixa e estopou compradores: -6% para quem segurou, +3% para quem realizou na máxima do dia seguinte da compra.

EMBR3, ganhando altitude, rompeu resistência e deu sequência a tendência de alta. Toco nos vendedores. 10.83 aciona o esperado OCOI.

MAGG3, armando bote para fazer fundo ascendente: amanhã fechando acima da máxima de hoje, vai para a galera. 11.10 aonde precisa vencer.

POSI3 +3.5% e fez padrão de continuidade. Belezura! 15.39 é aonde precisa vencer.

MMXM3, isso é que é blue-chip, segue avançando e acima dos 8.61 vou vender umas rifas para comprar mais. Mastro bandeira em formação. Novo estope em 7.88.

FHER3, acumulando, 12.01 é aonde ajudar a crescer a árvore.

BRKM5, acumulando e fazendo sustentação para alcançar o almejado target em 11.15. 10.75 é aonde precisa passar.

CNFB4, dando tremeliques, mas ainda segue bem configurado. Segue na estratégia e sem medo de ser feliz.

PLAS3, comentei no intraday, papel estava a 2.32, que alí era um bom ponto de entrada pelo forte suporte e estope curto. Pelo jeito o mercado leu o blog e fez o papel subir dando entrada com novo fundo ascendente dentro da congestão. LTB prestes a ser rompida. Estope em 2.29; 2.55 aonde rompendo faz a giripoca rodar.


SLCE3 - fechando abaixo dos 16.10

Estope nele. Sem dó nem piedade.

PLAS3 - atenção para o forte suporte em 2.30


Esse não é um call de compra, apenas uma consideração sobre PLAS3, um papel que ou você compra e joga fora a chave, esperando o rompimento dessa congestão, ou perde dinheiro comprando rompimento. No momento, atente para o fato de que PLAS3 se encontra 28 pregões acima do suporte em 2.30, nunca perdendo esse valor em fechamento. Atente para o fato da evolução no volume do ativo dentro desse mesmo período. Se sabemos que o volume antecipa os preços e se repararmos o fato de que o papel parece ter encontrado um forte suporte no curto prazo, com estope em 2.24 em fechamento, ou mesmo, por que não, abaixo dos 2.30 em fechamento, para quem gosta do ativo, penso ser essa uma dessas boas hora para operar na compra e não se estressar por perder o bonde.




Bom dia a todos

Atenção ao dado do PIB norte-americano. Índices futuros levemente azuis, estáveis praticamente. Atenção para MMX acima dos 8.61, aonde dá gritaria.

Um bom dia a todos.

26 de agosto de 2009

Considerações sobre o dia 26 na bolsa de São Paulo

Mercado está claramente comprador e ninguém tem medo de arriscar. Aliás, um desses índices estranhos que existem por aí e que medem todo tipo de comportamento é o RISK INDEX, e que faz justamente mensurar o nível de risco que os investidores aceitam correr. No momento ele está altíssimo, em níveis pré-crise. Se pensarmos que o pânico da crise vinha justamente da aversão ao risco, aonde as pessoas aceitavam vender seus papéis a qualquer preço, agora é exatamente ao contrário: todo mundo está aceitando pagar o preço que for para estar no mercado. Sinal amarelo aí, pois é sintomático que os extremos são sempre o fim da linha para qualquer ciclo no mercado; sem dúvida é preciso aproveitar a onda de alta, mas mais do que nunca não deixar o clima de -panic buying- nos tomar desprevinidos. Os avisos de que uma reversão pode chegar a qualquer hora são iminentes na macro-economia, especialmente quando ouvimos da boca de excelentes analistas que o exagero da liquidez já está gerando outras bolhas mundo afora, tanto que o BC de Israel já começou uma reversão na política de redução de juros, que se for seguida por outros países, pode gerar uma grande corrida de realizações nas bolsas.

SLCE3 - chegou a romper o valor do estope do setup de compra no intraday mas não no fechamento. O trade segue mais fragilizado emocionalmente, mas segue adiante racionalmente, até porque o dia de hoje mostrou que a MMe200, aonde está amparado o estope, não é de papel não. Se romper os 17.08 vai armar fundo duplo e dar correria.

EMBR3, taxeando na pista, 10.34 é aonde ganha altitude para ir buscar o céu de brigadeiro nos 10.83 acionando o nosso querido OCOI.

MAGG3, deu uma escorregada hoje com a mínima, voltando no fechamento para encerrar com dignidade de quem faz um fundo mais alto para alcançar o target. Quem realizou com 8% de alta, parabéns. Quem segue, tem tudo para fazer mais. 11.10 aonde precisa vencer.

POSI3 segue corrigindo mais um pouco, pode ir buscar os 14.30 ainde sem muitos problemas. Certamente deve fazer um fundo mais alto e voltar o arranque.

MMXM3, gostei e comprei mais um pouco, fez fundo ascendente e rompendo os 8.61 vou vender umas rifas para comprar mais. Mastro bandeira em formação. Novo estope em 7.88.

FHER3, deve pipocar de novo muito em breve, mastro bandeira em formação. 12.01 é aonde ajudar a crescer a árvore.

BRKM5, fazendo sustentação para alcançar o almejado target em 11.15. 10.75 é aonde precisa passar.

CNFB4, acho que o pessoal do blog está é realizando os papéis até cedo demais, ultimamente os trades não tem durado 2 dias de alta seguidas, hehehe. Mercado mudando. Volume muito alto, candle feio mas que neste local não compromete. Estratégia segue inalterada. Fechamento positivo é positivo sempre.

Boa noite a todos e sejam muito felizes. Acho que respondí todo mundo. Bora descansar que o dia foi pesado. Até amanhã aonde responderei a nova leva de comentários das 9h às 9,45. Em breve férias do blog.

Post de fechamento só mais tarde...

Trabalho puxado hoje..mais tarde venho falar do mercado. Segura a onda aí.

MMXM3 - acordando

Recomprado a 8.07 de manhã. Se fechar assim faz fundo ascendente e pode armar um belo W no diário. Vamos ver como fecha.

Bom dia gente linda



Só porque hoje o dia começa com cara, fucinho, jeito de queda é que vamos perder o bom humor? De jeito maneira. O pulmão só pode respirar se antes expirar: a bolsa só pode voltar a subir se corrigir um pouquinho. Possívelmente hoje o dia não terá nenhuma novidade, e pelo visto, nenhum setup de compra novo. Alguns papéis querendo armar pivots de baixa, e se o fizerem, lá estarão os nossos estopes a nos ajudar.

Um bom dia a todos, estou no blog até perto das 10h da manhã para atender aos amigos leitores. Felicidades.

25 de agosto de 2009

Papéis entre a cruz e a espada

Muitos papéis em plena indefinição no curto prazo. Alguns deles residem aqui no blog e seguem traçados em suportes e resistências importantes que, para onde romper, a mola deverá se soltar. 


Vale5, o queijo suíço da bolsa


Se você não soubesse que esse gráfico é da VALE5, (seja sincero comigo) você se sentiria atraído pelas variações dessa empresa que fez "apenas" 29 GAPS desde dezembro de 2008? Fala sério, olhando para esses candles não dá para imaginar que existe aí uma blue chip com a 2a participação no Ibovespa, uma das maiores mineradoras do mundo. Uma small cap em recuperação judicial, isso dá para imaginar, e sendo legal.

Desses 29, peguei uns 3 para baixo, tudo na casa dos -5%, um deles, -8%. Nada é pior do que GAP de baixa para um comprado, na verdade, é um verdadeiro pesadelo porque na maioria das vezes ele pula seu estope e você se vê na infeliz situação de não saber o que fazer. Épocas passadas eu só operava só blue chip porque tinha uma falsa idéia de que tradear aí era fazer dinheiro com segurança, com pedigree. Besteira total. Abandonei o papel e faço de conta que não é comigo, e apesar de não querer ter apegos emocionais com nenhum papel, olhando esse gráfico da VALE5, vejo que foi a melhor decisão. Prefiro ficar com minhas small caps, porque quando dão susto, é porque pintou um dividendo na conta. Quem sabe se romper essa máxima do ano não compro uns lotezinhos? Mas operação pequena, você sabe como é, mico, não dá para arriscar muito não : )


Boa noite a todos e bom descanso

Ibovespa fechou o dia confirmando candle de topo de ontem, deve buscar os 55k aonde se perdido, a tendência de alta ficará comprometida no curto prazo. Já o Dow Jones fechou com um segundo candle de topo, bem característico de mercado em proximidade de queda. Volume não agrada muito e a antiga divergência de baixa pelo IFR volta a assustar. Todos os setups de compra seguem sem mudança de estratégia. POSI3, dava para ter realizado no dia seguinte do rompimento, por falta de tempo não adaptei o trade. EMBR3 e MMXM3, ficando interessante de novo. MAGG3, BRKM5, FHER3, lateralizando, sinal de que o mercado está mudando. 

ARCZ6, safada. Eu comprei, mas não vou colocar estratégia no blog para ela não. Se eu conseguir um carinho, já estou feliz. Trade altamente especulativo e perigoso. Quem quiser ir, target em 4.40, estope em 3.99. 

Boa noite a todos. Sejam felizes.

CNFB4 - novo setup de compra swing trade acionado



CNFB4, deu entrada por confirmação de fundo sobre a sua LTA secundária e na retração de 50% de fibonacci desde o último fundo, com estope em 5.04 e target em 6.15 e enrosco em 5.60. Volume histórico do ativo favorece a operação a favor da tendência de alta, que conta com candle levemente das MMes 17/34, acima das 200 e 400, IFR e EL totalmente sobrevendidos, cruzando na compra e inflexando para cima, e bandas de bollinger abertas o que deve favorecer para o surgimento de alguma volatilidade. 

Sobre a sujeira das corretoras em ARCZ6

Lembram quando eu disse que tinha mistério no ar sobre ARCZ6? Quando eu disse que havia algo que não sabíamos e que esteva entortando a análise técnica? Que era simplesmente inexplicável pela análise técnica a corretora Ágora dar call de compra com justificativas grafistas para um papel que acabara de fazer pivot de baixa?

Bem, com a notícia da alteração na relação da base de troca entre VCPA3 e ARCZ6, que favorece em cerca de 10% de rendimento a essa última, ficou mais do que claro que as grandes corretoras já sabiam com antencedência absurda o que foi só divulgado hoje. Tenho vergonha especialmente daqueles que se dizem grafistas dentro da corretora Ágora e que embalaram com técnica o injustificável, apenas porque sabiam que ia subir independente de gráfico.

Seja bem-vindo ao Brasil.

ARCZ6 - por que a alta na abertura?

VCPA4 (31,65) X 0,1347 = Valor ajustado = 4,26
___________________________________________________________________________

VCP e Aracruz seguem CVM e alteram razão de substituição das ações

Por: Rafael de Souza Ribeiro
25/08/09 - 09h00
InfoMoney

SÃO PAULO - Após as ponderações da SEP (Superintendência de Relações com Empresas) da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), os diretores de VCP (VCPA4) e Aracruz (ARCZ6) resolveram acatar as exigências e vão propor aos acionistas na próxima quarta-feira (26) uma relação de troca única para a substituição das ações.

Deste modo, será proposto que cada ação ordinária ou preferencial de emissão da Aracruz seja substituída por 0,1347 ação ordinária de emissão de VCP. Anteriormente, havia sido sugerido um fator de ajuste 0,91 na troca das ações preferenciais da Aracruz por ordinárias da VCP.

As empresas resolveram acatar a recomendação da CVM "para não retardar ainda mais o processo de incorporação das ações de emissão de Aracruz por VCP, em prejuízo das duas companhias e de seus inúmeros acionistas", revela o comunicado.

Bom dia a todos

O que eu disse ontem? Os candles de topo deixados estavam óbvios demais, tão óbvios, que poderiam enganar. A mim não enganou, sigo comprado e pronto para ficar mais um pouquinho assim, até que um topo seja verdadeiramente confirmado ou que um pivot de baixa ocorra no mercado. Bom dia a todos com índices futuros azuis, muito lucro no bolso.

Bora correr para os 60k.

24 de agosto de 2009

Fechamento do dia

Ibovespa, deixou um gravestone doji sob a resistência forte dos 58.7k, tem espaço para corrigir até os 55k sem perder tendência no curtíssimo prazo. Está óbvio demais que para amanhã e quarta-feira teremos correções no mercado, tão óbvio que pode não ocorrer. Atenção com papéis com vida própria fora das tendências do mercado, defensivas e afins, podem dar bom caldo. Boa noite a todos os amigos e até amanhã.

Quem quiser falar comigo, aproveitem esse post que a noite eu responderei. Outra coisa: não deixem para formular as perguntas no intraday, se organizem sempre para o dia seguinte que tenho mais tempo a disposição para todos.

Abs

SLCE3 - setup de compra para swing trade

SLCE3, deu entrada por confirmação de fundo com estope curto, em 16.09 e target inicial em 19.20 e enrosco em 18.40. Candle trabalha logo abaixo das MMe17/34 (embora não diga muito pois está em congestão) e acima da forte região de sustentação dada pela MMe200, tocada pelo último candle de queda do dia 21. IFR e EL (estocástico lento) se encontram em região de sobrevenda, o que ajuda a criar um cenário favorável para repique, e cruzadas na compra inflexando para cima. OBV poderia estar melhor, o volume está dentro da média. Papel mais atrasado em relação ao mercado, pode andar na contra-mão caso o cenário se torne de correção nos próximos dias.

Plantão extra-intraday

Mercados deixando candles de topo após o rallye, o que pode motivar uma virada no mercado para realizações. Cautela aí. Realização de lucro para quem estiver em papel nessa situação e para quem estiver pensando em curto prazo, pode ser uma boa pedida.

MAGG3 +9%: Futurong feliz da vida!

Cotado a 11,10. Mais rápido do que pensei.

Boa tarde aos amigos. Mercados azuis e na paz.

ARCZ6, passando os 3.98, estou dentro.

Abraços cordiais.

Bom dia a todos e boa semana

Semana começa azul em todos os continentes, e para o bem geral dos josés comprinhas, cá também!
Ibovespa vai mirando os 60mil e Dow Jones os 9653. Bom dia a todos e boa semana. Estou aqui no blog até as 9h50, volto na hora do almoço e depois no fechamento.

23 de agosto de 2009

Euforia pura mundo afora

Asia e Oceania avançam considerávelmente e preparam um terreno favorável para um início de semana com altas nas bolsas. Índice futuro Dow Jones e SP500 já em pleno vapor, prontos para fazer a segunda feira o melhor dia da semana. Será que a maior crise desde 29 foi um título exagerado para essa a qual acabamos de enfrentar? Será que este é último rallye dos touros eufóricos? Será que a recuperação será em forma de "V" ou em forma de "W"? Não dá para saber agora. Aliás, agora, só dá saber o seguinte: o mercado é dos touros. Vamos com a manada.


21 de agosto de 2009

Boa noite a todos e bom fim de semana

Semana de evolução no blog e evolução no mercado. No blog, fechamos hoje o trade em RAPT4 e embolsamos 12% em uma semana apenas. Fechamos hoje também os trades especulativos em JHSF3, AGIN3 e PLAS3 com pequenos rendimentos, na média de 3% para cada. Podem vir a subir mais nos próximos dias, mas como a proposta desses setups é fazer rendimento rápido e evitar riscos desnecessários, já que são compras mais agressivas, já no bolso. MMXM3, EMBR3, BRKM5, seguem evoluindo, e nesses, não temos pressa. MAGG3 entrou hoje como mais um estudo para Swing Trade, POSI3 como trade especulativo (compra de rompimento). Ibovespa e Dow Jones, romperam máximas do ano, como previsto anteriormente, e seguem sem qualquer sinal evidente (como tínhamos semana passada, por exemplo) de topo ou de correção. Rallye de alta segue generoso com todos que possuem disciplina, estratégia e paciência. No fim de semana virei responder a todos. Felicidades.

Descansem.


MAGG3 - setup para swing trade


MAGG3, papel em forte tendência de alta, corrigiu bonito desde a máxima do ano e do seu último rallye (que tanto frustrou quem estava de fora), alcançando a sua LTA principal, aonde rompeu hoje a resistência em 10.18 e confirmou fundo no gráfico diário, dando oportunidade de entrada para swing-trade com estope curto em 9.46 e target inicial em 12.20. O volume acima da média confirma o movimento, o candle trabalha acima das MMes 34/200, logo abaixo da 17, e conta com IFR e EL praticamente em região de sobrevenda e cruzadas na compra, inflexando para cima. O nível do OBV é histórico, a operação a favor da tendência. Se vai, só vivendo para ver.

POSI3 - Setup especulativo



POSI3, vai dando entrada por rompimento de topo anterior com target inicial em 15.71 e na MMe400, situado em 16.41, e estope em 13.20. Candle acima das MMes 17/34/200, volume acima da média confirma movimento, embora uma leve divergência tanto no topo do IFR quanto no topo do OBV sejam observadas. Papel tem um belo histórico de premiar compradores de rompimento sendo verificada especialmente nos seus últimos 3 pivots de alta, as quais deram sequência ao movimento altista. Candle vai abrindo bollinger para cima, viés de mais alta.


MMXM3, reagindo no intraday

Confirmou novo fundo ascendente, precisa agora passar os 8.40 para soltar a mola.

Bom dia a todos


Mercado dando finta de ir buscar a máxima do ano, e com indicadores aliviados, grandes chances de rompimento desses níveis. Trades especulativos, caso avancem 5% para cima, estope gain ligados. RAPT4, deve alcançar e romper o target do setup de compra, dá para vender uma parte e deixar a outra pedalar. ARCZ6, passando os 3.88 vira trade especulativo até os 3.98, daí para cima tem swing trade até os 4.40.

Seja felizes. Respondendo comentários até as 9h45, depois só no fechamento do dia.

Na mira entraram: MAGG3 e CNFB4.

20 de agosto de 2009

Uma palavrinha sobre ARCZ6

Eu estava botando muita fé nesse trade. Era o trade perfeito, lindo e pronto para jorrar rendimento. Nunca estive tão confiante como aquele setup de compra. Um dia após a confirmação do fundo e de uma bela alta, num jogo de corretoras, o papel começa a cair e faz pivot de baixa, estopando a muitos (inclusive eu, que saí com prejú).

Corta. Próxima cena.

3 dias atrás vejo a Ágora soltando um call de compra com análise técnica injustificável, já que não se compra aonde técnicamente se vende (realiza, estopa etc.) e comprando na casa das dezenas de milhões de reais e alavancando o dito-cujo até valores extratosféricos.

Corta. Próxima cena.

Hoje, vejo uma notícia no Infomoney, aonde a corretora Ágora aponta como benéfica para as empresas de celulose os reajustes de preços no mercado internacional.

Corta. Próxima cena.

Eu, com cara de otário, com nariz de palhaço, diante de um mercado aonde quem sabe mais pode mais, de um mercado aonde corretoras distorcem as regras da análise técnica porque no fundo possuem notícias que ninguém sabe e portanto, fazem o que querem do mercado. E diante de um mercado descaradamente manipulado, que derruba para comprar mais baixo e ponto final.

Vou abandonara a análise técnica por causa disso? Nunca, ela mais me ajudou do que me traiu. Quando me estopou, essa mesma análise técnica me deu 8% num único dia em BRKM5, 6% hoje em RAPT4, mais um pouquinho em MMXM3, de modo que, se estivesse ficado comprado em ARCZ6, não teria feito mais do que fiz nesses dias. Mas que doeu, essa doeu.

ARCZ6, acima dos 3.88/98, tem setup de compra de novo. Mercado faz o que quer, a gente vai atrás.

Fechamento do dia

Ibovespa e Dow Jones mostrando a que vieram: para deixar a sardinhada feliz. Sem sinal de queda até o momento, pelo contrário, buscando topos anteriores. Por aqui, PLAS3 com volume incrível, sobrevendido, agulhada DIDI em formação, se não for agora não vai nunca mais. RAPT4 exprodindo e indo buscar o target. BRKM5 e MMXM3 lateralizando, formando suporte para novos arranques, possívemente. FHER3, devagar e sempre. EMBR3 confirmou fundo, tô dentro, dando finta de ir nos 11.23, dalí pra cima é outra história. AGIN3, JHSF3, devem render mais um bocadinho, é entrar na festa, pegar os brigadeiros e sair correndo.

Estou feliz com a organização do blog, leitores me ajudando muito a focar mais no meu trabalho e deixar mais eficaz o tempo que me sobra para o mercado. Todos ganhando. Respondendo comentário agora, e depois as 22h. Boa noite turma.

Novidade - setups especulativos

A partir de agora um novo box com setups de compra especulativos (duração rápida, compra no after, vende no dia seguinte, ou 2 dias depois) vai surgir no blog. Eles podem aparecer a qualquer momento e desaparecer a qualquer momento, a idéia é por no bolso o mais rápido possível (também não é pra render meio porcento), e aproveitar alguns momentos que o mercado dá e não voltam mais. Os estopes tendem a ser mais caros porque são um tipo específico de configuração (mais explosivos) com busca de alta lucratividade mas também com alto grau de risco. Operações pequenas e ajuizadas portanto.

Por enquanto ele vai servir como um teste, um protótipo, se der certo continua, se der errado, cai fora.

Deram entrada especulativa

JHSF3 - estope 2.73, target 1º em 3.33
PLAS3 - estope 2.23, target...sei lá
EMBR3 - estope 9.70, target, 11.23.
AGIN3 (giro rápido, totalmente especulativo, pra vender no menor sinal de topo) - estope de 5% financeiro e target indefinido, já que tem espaço livre até o GAP.

EMBR3 - setup de compra


EMBR3, após uma correção até os 50% de fibonacci, a MMe200, e até seu último fundo ascendente, plotou um candle de fundo que em se confirmando com um fechamento positivo no dia hoje, dará a oportunidade de entrada com estope em 9.70, bem curto, e target inicial na forte região de resistência em 11.23, que rompido acionaria a grande figura do OCOI no gráfico diário. OBV segue satisfatório, IFR e EL bem aliviados e em mais condições de sustentar uma nova manifestação altista. Técnica do 1/2 no intraday e 1/2 no fechamento parece ser apropriado.

Opinião pessoal: é possível que o papel lateralize por um tempo e demore mais do que o desejado para chegar nesse target e que rompa em definitivo essa resistência. Aliás, é bem possível que forme um pivot de baixa se subir e voltar a cair, sendo essa hipótese bem plausível pela simetria do papel. Esse setup de compra só entrará no box de setups na ocasião do rompimento do OCOI, acima dos 11.23.

Bom dia a todos e bons trades.


19 de agosto de 2009

Boa noite a todos

Setups de estudo gráfico seguem de pé, amanhã EMBR3 pode dar entrada, de manhã postarei setup de compra que precisará ser confirmado no fechamento do dia e sob algumas circunstâncias. A noite, bem mais a noite, volto para responder os amigos. IBOV e DJI confirmaram fundo hoje, muito embora estejam perigando ficar abaixo de suas médias móveis de curto prazo, o que pode mudar pelo menos por momento, os rumos dos mercados. Boa noite.

Organizando o blog

A partir de agora o blog ficará mais organizado, com mais cara de blog, e menos cara de twitter. Não haverá mais comentários intraday (salvo exceções), apenas comentários de abertura e fechamento de mercado. Os comentários serão moderados e publicados entre 2 e 3 horários, podendo variar para mais ou para menos: 9h30, 12h e 17h. As minhas respostas aos comentários não serão mais imediatos, ficarão associados aos horários de publicação dos comentários e/ou no fim do dia. O número de posts ficarão reduzidas e concentradas ao campo da análise gráfica, e em volta dos setups de compra. Posto isso, conto com a ajuda dos leitores para que o número de comentários seja reduzido ao nível do necessário, daquelas dúvidas e ou opiniões que não se encontram em outras fontes como livros, sites, ferramentas de busca etc. Sugestões de ativos (desde que tenham algum embasamento mínimo) são sempre bem vindos, bem como outras informações relevantes sobre o mercado. Peço encarecidamente a todos que me ajudem a diminuir a quantidade de tempo que passo por aqui todos os dias, isso vai ajudar a focar melhor e tirar os ruídos que só fazem atrapalhar a eficiência nesse mercado. Tudo seguirá como antes: setups de compra, análises e estratégias, só que com mais foco, menos dispersão, e mais eficiência. Peço desculpas aos leitores que não consigo responder, mas do jeito que o blog cresceu, não estou dando mais conta.


Quando houver algo a dizer (cancelamente ou inclusão de estudos, análises, mudança de rumos etc.), direi. Quando não houver nada a dizer, pode ser que o blog siga com menos posts. Vai mudar, mas no final vai ser melhor para todo mundo, especialmente para mim.

Dia cheio para mim hoje, poucos posts portanto

Deu a louca na Aracruz, virou mico. Bom dia a todos. Volto na hora do almoço para respondê-los.

Dia inicia sangrando

Resultados econômicos em Xangai influenciaram a Ásia negativamente, que acabaram empurrando Europa e índices futuros Dow Jones e Ibovespa. Mas nada muito grave, em média, Europa vai caindo 1% e por aqui não deve passar disso. Vamos ver se os papéis em setup aguentam o tranco, especialmente MMX que fechou na máxima do after ontem. O dia promete.

Um bom dia a todos, felicidades.

18 de agosto de 2009

Boa noite a todos

Saindo do trabalho agora apenas, realmente não há almoço grátis nessa vida. Acho que respondí a todos, se me esquecí de alguém, peço o favor de postarem os comentários aqui nesse post. Vou responder o mais rápido possível. Obrigado pelo apoio dos queridos leitores, vencemos mais um dia. Até o próximo, se Deus quiser!


MMXM3 - setup de compra acionado


MMXM3, confirmou fundo com um forte fechamento acima dos 7.94 (padrão de continuidade de alta), dando target inicial em 9.26, que vencido libera caminho até o GAP dos 12.15 e estope em 7.67. Candle acima das MMes 17/34/200, volume levemente acima da média, IFR e EL em queda, já aliviados da sobrecompra. Bom risco X retorno e operação a favor da tendência, o que não garante nada. Estope firme.



MMXM3, setup de compra



MMXM3, papel em forte tendência de alta, corrigiu até a retração de 50% de Fibo e vai confirmando fundo sobre a mesma com um fechamento acima dos 7.94, e target inicial em 9.26, depois caminho livre até o GAP dos 12.15 e estope em 7.67. Candle acima das MMes 17/34/200, volume dentro da média, IFR e EL em queda, já aliviados da sobrecompra. Bom risco X retorno e operação a favor da tendência, o que não garante nada. Estope firme.

Mercado agora

Mais uma vez, não é porque a minha análise de BRKM5 ou qualquer outro papel tem targets mais altos do que a cotação do momento, que vocês tem que ficar preso no setup. Setup, responsabilidade zero. Dinheiro de vocês, responsabilidade total. Nesse momento do mercado, aonde abrir compra é mais arriscado do que nunca, ao meu ver, colocar 5% no bolso é sucesso total. Entenderam o recado?

Por obséquio, aos leitores

Eu agradeço muito, mas muito mesmo, se pararem de ficar questionando o valor de entrada para BRKM5 colocada no setup de compra. A entrada, feita pela análise técnica, se deu no rompimento dos 9.45, queiram vocês ou não, seja o valor que vocês compraram (e se compraram, a responsabilidade não é minha) ou não. Se esse valor não representa o valor do fechamento do dia, que é aonde o estudo técnico vira trade real, o problema é de cada qual. Setup de compra não é trade real, é estudo técnico, como eu deixo bem claro na mensagem de observação da caixa de setups. Um principiante, que está vendo o setup de compra da BRKM5 e se perguntar o porquê daquele valor, terá como resposta um dado técnico, e não um momento de um trade real, feito por uma pessoa física a partir de seu gerenciamento de risco prévio (que define ser mais seguro comprar no fechamento, after, etc.). Eu já pedí para que encerrem o assunto mas alguns insistem, insistem, chegando a afirmar que coloquei valores errados (sic!) no box de setups. Humildade, por favor. Eu não cheguei agora nesse espaço, nem agora na bolsa, nem agora na análise técnica, antes de questionar, peça instrução ou no mínimo, as minhas razões pelas quais eu escrevo ou deixo de escrever. E vamos ser sinceros: ninguém é obrigado a digitar o endereço desse blog no seu navegador e acessar esse espaço. Não gostaram? Passem bem. Só não me coloquem na situação deselegante e desconfortável de ter que ficar escrevendo posts como esses, aonde acabo deixando explícito a vontade irresistível que me dá algumas vezes de simplesmente parar com tudo por aqui. Isso aqui não é curso, não é escola, não é instituição de caridade. Não entendeu? Pergunte, não questione.

FHER3 - setup de compra


FHER3, após a correção dentro da tendência de alta, vai subindo forte e deixando para trás o candle de fundo deixado ontem, devendo um fechamento hoje acima dos 11.04 para confirmar o padrão de continuidade de alta. Candle segue trabalhando acima de suas médias móveis, acima de sua LTA principal e secundária, de curto prazo, conta com IFR e EL aliviados, OBV convergente com os preços e forte tendência pelo ADX (57). Estope da operação em 10.74. Target inicial em 12.50 e acima em 14.50. Como o papel costuma não esperar ninguém, estratégia do meio no intraday, meio no fechamento, parece a mais apropriada. Operação a favor da tendência.


Bom dia azul, pero no mucho

Bom dia a todos. Após a queda de ontem, mercados repicam hoje. Se é daí para cima ou daí para baixo, só vivendo para ver. Setups acionados ontem, RAPT4 e BRKM5. Sigo de olho em outros papéis, mas para entrar na barrinha de setups de compra, vai ter que se esforçar muito. Agora é tempo de foco e não de dispersão; compras, mais do que nunca, escolhidos a dedo e com muita segurança. Felicidade a todos, volto na hora do almoço para falar com os amigos.

17 de agosto de 2009

SETUP de compra - RAPT4

Abaixo o candle de fundo a ser confirmado deixado hoje sobre a LTA que vem desde o fundão da crise, ao mesmo tempo forte ponto de suporte pela MMe34 e 17.

RAPT4, papel em forte tendência de alta deixou possível fundo no dia de hoje, a ser confirmado com um fechamento acima dos 11.67 amanhã, e estope em 10.85, dá finta de buscar o último topo em 12.81. Pelo padrão de alta do papel, vemos que o toque na MMe200 no gráfico de 60" é um ponto de compra muito frequente, que inclusive se repetiu hoje servindo de impulsão para a forte alta do ativo no fechamento. Por esse fato, o setup será acionado hoje, adiantando a operação, para que o estope não fique muito distante, e claro, por ser um trade a favor da tendência. Indicadores aliviados e volume dentro da média.





BRKM5 - setup de compra


BRKM5, após uma breve mas intensa correção até a retração de 38.2% de Fibo, confirmou fundo hoje com um belo padrão de continuidade chamado engolfo de alta, fechando acima dos 9.45, e dá finta de buscar o último topo em 11.15 com estope em 8.85. Bom volume, candle acima de suas médias móveis, segue pivoteando para cima no intraday, acima da recente LTB. Forte alta em dia de queda, demonstrou força e personalidade. Operação a favor da tendência.


Declaração de Imposto de Renda

Muita gente me perguntando como faço para organizar os pagamentos de imposto de renda sobre lucro em renda variável. Na verdade, eu não faço, fazem para mim. Quem organiza toda a minha vida com o fisco é a IRINVEST, uma empresa contábil especializada em declaração de imposto de renda para operações na bolsa. Eles cobram um taxa para cada operação que faço, uma mensalidade, e no final do mês recebo um boleto para pagamento da DARF, tudo direitinho. Para quem não tem tempo a perder e nem quer se preocupar com isso, é uma mão na roda.
Quem quiser entrar em contato, conhecer, ou fazer um orçamento (especialmente para quem nunca se organizou e nem sabe por onde começar, eles fazem esse serviço de colocar tudo em dia), fica a dica:

http://www.irinvest.com.br/

É isso. Cuidado que o Leão tá sempre de olho.

Leitor MGA


Sossego total. Líquido desde sexta-feira.

Agora falando sério: qual o propósito de um setup de compra? Ganhar dinheiro.
Qual o propósito de encerrar todos os setups de compra diante de evidências sistêmicas de queda? Ganhar dinheiro! Claro! pois se não se perde, se ganha. É uma pena que meus posts técnicos sobre o mercado em queda não sejam tão populares, pois o objetivo é sempre o mesmo: ganhar dinheiro. Quem tirou a emoção, focou na razão e percebeu os sinais do mercado, não foi pego de surpresa.

IBOV -3%
DJI -2.8%

Semana inicia em queda mais que cantada por aqui

Semana começa em quedas mais acentuadas na Ásia, Europa e nos índices futuros. Fico satisfeito de ter encerrado os setups de compra na semana passada e ter adiantado o estope de ARCZ6, numa atitude impopular e contra a maré dos que operam no curto-prazo, mas que no momento presente se revela ter sido acertada, racional e prudente. Não quero ver o lucro dos meus leitores levado pela corretenza do esperado (pelo menos por mim) movimento de baixa.

Mercado ainda é caiu-comprou? Sim. Mas vamos esperar o mercado mostrar até aonde vai cair.

Espero que todos leiam o post abaixo sobre o "mercado sobrecomprado" de Jayme Ghitnyck, que conta com um pequeno adendo de um estudo meu sobre o assunto. A coisa é séria.

15 de agosto de 2009

Mercado sobrecomprado no gráfico semanal

Abaixo segue uma excelente e apropriada análise do professor Jayme Ghitnick, alertando sobre a entrada do mercado em sobrecompra pelo IFR no gráfico semanal do Ibovespa, e um pequeno adendo de minha parte, demonstrando como esse mesmo IFR está prestes a tocar uma longa LTB, que todas as vezes em que foi testada, foi acompanhada de rápida e forte correção. Mais um motivo pela qual decidí interromper na sexta-feira todos os setups de compra MGA, além das presentes divergências de topos tanto no IFR, EL, OBV e da diminuição de volume, que não acompanham as cotações de forma alguma.

-------------------


O repique das cotações vai esticando, as notícias vão melhorando, mas do ponto de vista do Índice de Força Relativa (IFR), o Ibovespa vai chegando na região considerada como de mercado sobrecomprado, ou seja, quando o IFR alcança o valor de 70 e mais.

A popularidade deste indicador, que lhe dá uma força extra junto ao mercado num permanente processo de realimentação, decorre da precisão com que sua fórmula simples consegue medir o torque das tendências e antecipar reversões de direção; o gráfico acima ilustra a quase infalibilidade desse sinal, no caso da exaustão das altas, do final de 2003 para cá (cerca de uma dezena de vezes).

É fácil compreender a mecânica desse processo: depois de algum tempo de alta, a grande maioria dos participantes do mercado já está comprada (senão o movimento não teria ocorrido...) e vai chegando um momento em que já haverá um equilíbrio entre compradores e vendedores.

Logo, os vendedores passarão a ser maioria e a tendência será invertida, instalando-se a baixa.

O IFR mede a razão entre as recentes variações de cada período, as positivas e as negativas e a refere a uma escala de 0 a 100; por longa observação, constatou-se que acima de 70 e abaixo de 30, respectivamente, as altas e as baixas costumam reverter.

Não sendo a análise técnica uma ciência exata, todos os seus conceitos devem sempre ser considerados numa faixa de significados, os pontos e as linhas sendo analisados como referências aproximadas. Em geral, porisso, a chegada do IFR às faixas de mercado sobrecomprado e/ou sobrevendido pode ser apenas um primeiro alerta e a reversão é sinalizada mais claramente por uma divergência de comportamento com as cotações ou pela ultrapassagem de um suporte/resistência na própria evolução do IFR.

Tendências muito fortes podem manter o indicador por mais tempo nessas regiões extremas, mas justamente num gráfico semanal, como o desta página, isso acontece mais raramente. O objetivo da reversão, no máximo, é a zona extrema oposta, mas igualmente se a tendência for forte e definida, essa reversão terminará bem antes disso acontecer...

-------------------

No gráfico acima fica o meu adendo, aonde podemos ver que o momento pede cautela, já que pelo histórico do Ibovespa, sempre que há toque na LTB do IFR, surge a oportunidade de queda para o nosso mercado.



No gráfico acima, com um pouco mais de zoom, vemos que ainda há algum espaço para novas altas antes do teste na LTB do IFR ser efetivamente concluído. Contudo, pelo menos para esse indicador técnico, fica claro e evidente que há muito mais espaço para baixo do que para cima no momento presente. Até porque quem ficou esperando o toque nessa mesma LTB no topo dos 70 mil pontos para fechar posições compradas, levou olé, já que a queda nesse caso específico veio bem antes. Cautela é o que se pede.

14 de agosto de 2009

Dica de leitura







Pessoal vive me perguntando dicas de leituras para aprender melhor sobre o mercado. Esses aí são os que conheço e que recomendo vivamente.

Boa noite a todos, bom final de semana também

Chega de bolsa, chega de análise técnica. Segunda-feira tem mais.

Aos amigos leitores, obrigado pela participação. Aproveitem para relaxar um pouco, passear, comer, rezar, espairar a cabeça. Segurem os ânimos aí, não quero ter que moderar os comentários, mas se precisar, farei. MGA é blog de amigos, se sair da linha, vou ter que usar de poderes ditatoriais.

Um abraço amigo.

U.S. Stocks Fall on Concern Rally Outpaced Recovery Prospects

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=20601087&sid=a8CxZghwuw4c


By Whitney Kisling

Aug. 14 (Bloomberg) -- U.S. stocks slid, erasing this week’s gain in the Standard & Poor’s 500 Index, as lower-than- estimated consumer confidence added to concern a five-month rally has outpaced prospects for the economy.

Boeing Co., the world’s second-largest commercial airplane manufacturer, led declines in the Dow Jones Industrial Average after saying it found flaws in 23 of its 787 Dreamliners. Alcoa Inc., 3M Co. and Travelers Cos. also slumped as all 10 industries in the S&P 500 posted declines. J.C. Penney Co. retreated after its forecast trailed estimates.

“A lot of people think the market has come up more than enough and it needs to rest,” said Charles Knott, chief investment officer at Knott Capital Management in Exton, Pennsylvania, who oversees about $550 million. “We’ve got a pretty sobering outlook and are concerned about the economy on a long-term basis. We think there’s neither the willpower nor the means to fully finance that type of V-shape recovery.”

The S&P 500 tumbled 1.5 percent to 997.81 at 1:02 p.m. in New York, heading for its first weekly drop in five and its biggest daily decline since July 7. The Dow industrials lost 132.03 points, or 1.4 percent, to 9,266.16.

U.S. stocks are “dramatically overpriced” because the fallout from the financial crisis will continue to hurt consumer spending, said David Tice, Federated Investors Inc.’s chief portfolio strategist for bear markets. Tice, who predicts that the S&P 500 will eventually slump to 400, said he would add to short positions if the market goes much higher.

‘Need to Be Realistic’

“I’d love for prosperity to return, unfortunately I think you need to be realistic and it takes time to work off these excesses” from a bubble in credit markets, Tice said in an interview with Bloomberg Television.

Equities declined even after industrial production in the U.S. rose for the first time in nine months after mid-year retooling at automakers and as a federal “cash-for-clunkers” program fueled demand for cars. The 0.5 percent increase in output at manufacturers, mines and utilities was more than economists forecast, Federal Reserve figures showed.

A 50 percent rebound from a 12-year low on March 9 left the S&P 500 trading at 18.6 times the profits of its companies on Aug. 7, the highest valuation since 2004, according to weekly Bloomberg data. Stocks gained yesterday after investorJohn Paulson’s hedge fund bought stakes in banks, helping offset an unexpected slump in retail sales.

Earnings Season

Per-share earnings topped analysts’ estimates by 10 percent on average for the companies in the S&P 500 that have released results since June 17, according to data compiled by Bloomberg. Profits slumped about 30 percent in the period, a record eighth straight quarter of falling earnings.

Instead of a so-called New Normal of subdued growth, the U.S. may be heading for a robust recovery. The worst recession since the 1930s has created a reservoir of demand that will buoy the economy, say a growing number of economists led byJames Glassman at JPMorgan Chase & Co., former Fed Governor Laurence Meyer and Stephen Stanley at RBS Securities Inc.

Boeing said it stopped work more than a month ago on two sections for the 787 Dreamliner after flaws were found. The 787 was almost two years behind its initial May 2008 first-delivery target before the latest delay. Shares of the second-biggest defense contractor fell 4.4 percent to $44.58, the biggest decline in more than a month.

J.C. Penney slid the most since February, losing 6.7 percent to $31.12, after the third-largest U.S. department-store chain gave a third-quarter forecast trailing analysts’ estimates. Sales continue to decline, the company said.

Financials Slump

Financial shares, which have more than doubled since the S&P 500 hit a 12-year low of 676.53 on March 9, declined 1.8 percent as a group today. Bank of America Corp., along with the other largest U.S. lenders, may be poised to fall on concern that earnings prospects don’t justify the surge, based on price- earnings ratios. Bank of America slid 1.1 percent to $16.82. Fifth Third Bancorp decreased 3.1 percent to $10.50.

Alcoa, the largest U.S. aluminum producer, dropped 3.9 percent to $13.17. 3M, the maker of 55,000 products, slid 2.5 percent, while Travelers, the New York-based insurer, slipped 1.3 percent to $46.87 after two days of gains. TheReuters/Jefferies CRB Index of 19 commodities declined 1.3 percent, bringing its weekly loss to about 1 percent.

Crude oil fell as much as 4.6 percent to $67.29 a barrel. National Oilwell Varco Inc., the world’s largest maker of oilfield equipment, dropped 5.5 percent to $36.19, the biggest slide in more than a month. All 40 members of the S&P 500 energy group declined.

Equity Residential and Barnes & Noble Inc. dropped after analysts downgraded the shares. UBS AG cut Equity Residential, the largest publicly traded owner of apartment complexes, to “sell” from “neutral,” sending the shares down 4.3 percent to $26.65. Credit Suisse Group AG lowered Barnes & Noble to “underperform,” citing the company’s decision to buy back a unit as an increased risk. The shares fell 11 percent to $20.40, the most since January 2008.

To contact the reporter on this story: Whitney Kisling in New York atwkisling@bloomberg.net.

Last Updated: August 14, 2009 13:04 EDT

Sobre mudar estratégias

Vejam porque encerrei TAMM4 antes do target: caindo 6%. Vejam porque encerrei ARCZ6 antes do tempo, foi buscar o estope. Quando mudanças bruscas e cenários novos surgem, que teriam influenciado sua análise se você soubesse que eles existiriam antes de fazê-las, mudar a estratégia é a coisa mais racional a se fazer. Ainda mais se você tem argumentos racionais para embasar essa mudança, e isso temos e estamos falando há dias.

http://meugraficoamigo.blogspot.com/2009/08/bom-dia-todos_14.html

http://meugraficoamigo.blogspot.com/2009/08/ibovespa-e-dow-jones.html

http://meugraficoamigo.blogspot.com/2009/08/divergencias-de-baixa-no-ibovespa-e-dow.html

Um exemplo tosco para ilustrar: se você comprou um cachorro pela internet vendido como doce e amável, com uma raça recomendada por outros donos, e este chegar na sua casa com pulgas, raiva, sarna, e sair mordendo todo mundo, sua esposa, filhos, parentes, você não vai mudar os seus planos? Pelo menos pensar a respeito vai, porque se você soubesse que ele seria assim, jamais o teria comprado. Penso que o caso aqui é o mesmo. Se todo o cenário mudar, pelo menos no curto prazo, não precisamos ser pego de surpresa por algo que existia mas ignorávamos.

Zerando todos os setups de compra

Não é mais hora de ficar comprado, na mera opinião desse grafista. As divergências de baixa que já me estavam incomodando há alguns dias, hoje se tornaram insuportável de ver. Não dá para simplesmente ficar olhando as cotações subirem, os volumes diminuirem, os indicadores ficarem abaixo de suas médias e ficar confortável. Penso que é tempo de ficar um pouco fora do mercado, deixar o cenário clarear e ver de fato para onde vai o mundo no curto-prazo. Aliás, curto-prazo, é o que esse blog analisa. Peço desculpas pelo cancelamento dos estudos estratégicos, mas faz parte do processo analítico diário enxergar coisas maiores acontecendo que podem ter efeito sistêmico sobre todo o mercado, tomar novas decisões e esperar tempos melhores. No momento certo, com os papéis que mostrarem sinais claros de compra, e quando o mercado estiver mais estável voltarão os setups de compra.

A porta estreita de saída

Para mim um sinal claro de que a coisa pode virar a qualquer momento é a abertura que tivemos hoje em várias small caps...JHSF batendo -11, ABYA3 -10, FHER3 -6...agora todas elas seguem na recuperação, mas é assim o que ocorre quando tem muito touro querendo sair pela mesma porta: derrubam tudo. Cautela!

Bom dia a todos

Índice futuro ibovespa azul, futuros americanos estáveis, europa azulzinho. Mas devo dizer: abrir compra nos 57k dá um mega frio na barriga. Trades, só os escolhidos a dedo, mais do que nunca. Olhando o gráfico do Ibovespa com frieza, vemos que os 60k é sem dúvida alguma, o próximo objetivo dessa tendência de alta mágica que estamos vivendo. O que me assusta um pouco é o fato do TH (teto histórico) da grande crise de 29 ter sido superado quase 30 anos depois, e aqui estamos nós, chegando perto do nosso TH menos de 1 ano depois do fundo do que foi dito a maior crise desde então. Sinto como que andando sobre um chão de gravetos, prestes a desmoronar todos os dias. O quanto dessa recuperação é real, não sabemos, mas uma coisa sabemos: a bolsa se move em exageros, para cima e para baixo. Até quando será o exagero para cima, pouco importa, o que importa, é que no momento dessa virada, estejamos com as contas em dia, com lucros embolsados e mais experimentados e vivenciados para não deixarmos de lado tudo o que acumulamos até agora.

"Devemos identificar o que funciona melhor para nós e, então, por meio de desafios e experiências, desenvolver nosso próprio método"
Garry Kasparov


13 de agosto de 2009

RDCD3 - sustentado pela MMe200 - forte ponto de compra


Vejam quantas vezes o ativo RDCD3 foi sustentado pela MMe200 e tem se tornado forte ponto de compra para o mercado: 7 vezes só nos últimos 5 meses. Agora some o candle de fundo deixado hoje em cima da MMe200 com a sustentação dada pela aproximação da LTA, que vem desde o fundo da crise, mais uma bela divergência de alta pelos fundos do OBV, do IFR, EL em sobrevenda, e você tem uma configuração interessante de compra com estope curto e um range de 10% de alta. Bandas de bollinger bem abertas, sugere volatilidade. A entrada se daria num fechamento acima dos 26.33 com estope em 25.80. As resistências principais são em 28.45 e 29.40, ambas pontos de realização. Operação a favor da tendência.