17 de outubro de 2009

O último post do blog Meu Gráfico Amigo

Me lembro que em fevereiro, quando publiquei pela primeira vez o blog Meu Gráfico Amigo, eram recorrentes perguntas no espaço de comentários sobre as reais intenções por de trás desse espaço. Na época, blogs como esse, dedicado a fazer análise gráfica com trades e estratégias reais, targets, estopes, fundamentos técnicos, praticamente não existiam; basta sair por aí vendo as datas das primeiras publicações dos principais blogs sobre bolsa. As pessoas desconfiavam bastante do por quê eu postava todo dia análises sobre diversos papéis, sem cobrar nenhum tostão por isso e com tanta freqüência. Afinal de contas, por que alguém se daria ao trabalho de fazer tudo isso por nada?

A verdade é que o Meu Gráfico Amigo nasceu do meu desejo de deixar mais racional os meus trades, minhas análises, e evitar que eu entrasse no mercado por emoção, impulso, sentimento ou qualquer outra razão que não fosse puramente técnica. Por que isso? Porque no ano anterior conhecí de perto a bancarrota e a falência em trades guiados pela emoção e pelo desespero. Sim, eu, como muitos outros, também quebrei no crash de 2008. Entrei no mercado de ações nos 74 mil pontos, atraído pela ilusão dos jornais e revistas de que era fácil multiplicar o dinheiro na bolsa e de que apenas eu não estava lucrando. Mal eu sabia que quando os jornais noticiam o sucesso da bolsa é porque chegou a hora do dinheiro inocente e despreparado pagar pelos papéis caros e os lucros do dinheiro esperto e profissional que se posicionou meses antes. Mal eu sabia que o mundo iria entrar na pior crise desde 1929, que bancos como o Lehman Brothers iriam desaparecer junto com outras centenas de empresas mundo afora. Mal eu sabia o que eram Circuit Breaks, sistema que faz a bolsa pausar em dias de quedas maiores que 10% e que essas seriam freqüentes durante algumas semanas. Mal eu sabia que minhas posições compradas cairiam 70% em alguns meses, que não se faz preço médio com dinheiro da conta margem, que não se alavanca um mal negócio sob risco de ter a sua custódia bloqueada, executada sem seu consentimento assim que a corretora julgar que você não tem mais condições financeiras de cobrir a posição emprestada.

Some tudo isso ao total despreparo de tantos renomados analistas que só faziam soltar calls de compra numa tendência de baixa declarada – a carteira gráfica da corretora Ágora foi um exemplo dessa incoerência por indicar operações de compra contra a tendência (e nunca de venda que seria o certo) durante todo o crash, fazendo seus clientes estoparem praticamente 100% dos calls (ainda que se isentem de responsabilidade) – dizimou ainda mais o que pouco que me sobrara. Minha esperança era o meu Deus e a certeza de que Ele só permite males quando desses se extraem bens maiores.

Foi nesse momento em que decidí dar um sentido para todo aquele sofrimento, tirando do erro o fundamento para o acerto, e criei o projeto Meu Gráfico Amigo. Se o que eu havia perdido fora pela desordem e pelo caos da emoção cegamente guiada pela ignorância, poderia de modo análogo reconquistar de volta o que deixei no bolso do mercado pela ordem, disciplina, pela razão e virtude. A idéia era que se eu pudesse deixar qualquer um ver o que eu estava fazendo na bolsa, teria que necessáriamente estar pronto para justificar a razão para estar comprado neste ou naquele determinado papel. Não precisaria assim depender da dica de nenhum guru, mas apenas de mim mesmo e da minha interpretação do mercado: quem seria meu melhor amigo nessa aventura seria o gráfico e tudo aquilo que ele me mostrava.

Nesse período de 9 meses de blog eu chego num momento crucial em que a motivação para seguir adiante com esse espaço vai se acabando. Conseguí afinal o que tanto desejava com o projeto inicial, que era me tornar um trader sério, técnico, estudioso e racional. Conseguí (pelo menos penso que sim) ajudar muita gente a aprender como se analisa gráficamente um papel, como pensar bolsa de valores, como entrar e sair de um setup de compra. Conseguí auto-estima, segurança, uma educação e uma experiência de vida que nunca irei perder, mas conseguí também o mais importante: minha total recuperação financeira, rendendo mais de 400% nesse período em que o Ibovespa subiu 70%.

Como todos sabem, pois está descrito no blog, sou publicitário, marido e pai de família, meu tempo é escasso e agora posso e devo voltar à minha antiga rotina de dedicação exclusiva do meu tempo aos meus familiares e ao meu trabalho. É sabido que não se pode fazer duas coisas bem feitas a mesmo tempo, e se antes o blog era atividade conciliável com minha vida familiar/profissional pela baixa quantidade de vistantes e comentários, hoje não o é mais; não posso sacrificar ambas realidades sem um propósito que retamente a justifique. A vida é feita de escolhas, e apesar de amar muito o mercado de renda variável, nesse momento não posso sustentar a minha família e a minha vida de forma estável e constante vivendo de especulação financeira e de blog. Tenho contas no fim do mês e elas não esperam setups de compra para conseguir dinheiro novo para prover todas as necessidades da casa. Preciso de estabilidade nesse sentido e portanto não posso mais prosseguir com esse espaço uma vez que o propósito dele existir era justamente ajudar na minha recuperação financeira, já em conclusão, além do tempo que está me consumindo.

No início, a mantuenção do blog era coisa totalmente viável e conciliável com minha vida ordinária, pois tratava-se de algumas centenas de pessoas/dia visitando e algumas poucas comentando/perguntando; no momento atual aonde a visitas estão na casa dos milhares/dia e os comentários/perguntas na casa das centenas/semana, a exigência mudou radicalmente e a carga gerada chegou num ponto crítico e desproporcional, um verdadeiro peso que não posso mais carregar. Chegado ao objetivo, é preciso parar, refletir e avaliar cenários e contextos, tomar novas decisões e escolher retamente o que se apresenta como o melhor, ainda que custe, ainde que faça falta, ainda que faça sofrer. Escolhe-se o que é certo nem sempre porque se gosta, mas simplesmente por dever de justiça.

Se os melhores marinheiros são forjados nas piores tormentas, eu acredito que todos nós, que passamos esse difícil e turbulento tempo juntos, nos formamos com mérito na marinha da vida financeira e sem dúvida estamos mais aptos a atravessar inúmeros outros mares do que aqueles que ainda virão ou que estiveram a parte de tudo isso jamais poderão imaginar; definitivamente temos muito o que passar adiante, especialmente de tudo aquilo que só a experiência foi capaz de nos ensinar. Foi uma honra tê-los todos como leitores, (alguns já donos dos próprios blogs/diários de trades inspirados por aqui e outros espaços similares), como amigos e em algumas horas, como verdadeiros irmãos. Devo muito a todos vocês, aqui foi escola diária para mim.

Os comentários do blog ficarão ativados mais alguns dias sem moderação, sei que muitos se tornaram amigos aqui e talvez queiram trocar contatos entre sí (fiquem a vontade); depois desativarei por motivos óbvios. Os setups de compra em andamento serão finalizados porque uma vez encerrado o blog, não há porque deixar nada pendente. Independente do que o mercado fizer nos próximos dias, em todos os setups de compra postados no blog, sempre há um estope e um target de lucro: se estiver em dúvida do que fazer, espere bater em um dos dois pontos pois as estratégias seguem inalteradas. Se alguém quiser entrar em contato comigo, por algum motivo especial que não dê para deixar no comentário desse post: meugraficoamigo@yahoo.com.br

Quem sabe um dia eu consiga viver de renda variável, aí poderei voltar com o blog sem problemas pois não terei de dar atenção a uma outra profissão alheia ao mercado. Nunca se sabe demais sobre o próprio futuro. Na barra de links o que não falta é espaço bom para todos vocês continuarem seguindo: não sou mesmo insubstituível.

Infelizmente nos primeiros 6 meses não organizei, como depois criei o box de setups de compra, os resultados de cada trade analisado aqui, mas pelo menos nesses últimos 3 meses de blog sabemos que: 29 setups de compra foram acionados com lucro médio de 10.15% por operação (acumulado de 290% em todos esses trades - boa parte dos 400% que fiz estão aí) e apenas 3 operacões acionadas foram estopadas nesse mesmo período com prejuízo médo de 4.5% por trade (acumulado de 13% negativo ). Um índice de acerto de quase 10 para 1. Foram 541 mil pageviews, 221 mil leitores/ips, 76 países, 250 cidades, milhares de comentários. Pegamos MMXM3 abaixo de 3 reais, RSID3 abaixo de 6 reais, ARCZ6 abaixo de 1 real, GGBR4 a menos de 14 reais, muitos dessas promoções graças as observações dos próprios leitores!..preços que não voltam mais. Meu único pedido: se você ganhou com alguma dica desse espaço, não se esqueça de ser generoso com os que mais precisam, clica lá embaixo no banner da Futurong e faça sua doação.

Obrigado a todos que ajudaram, participaram ativamente desse espaço, ao Cabra que durante um bom tempo ajudou a deixar o MGA com conteúdo ainda mais rico, aos leitores amigos de todos os dias (Ronaldo, Saulo, Guigo, Mauricio, Rina, Lúcio, Davi, Júlio, Leonardo, Carla, Nelson, PipeMan, Fábio, Fabrício, Blogdoral, Cleusa, tantos outros seguidores e leitores que nem vou mais listar para não ser injusto com ninguém) e desculpe por aqueles que não pude/conseguí dar atenção apropriada e merecido. Fiquem com Deus.

Silvio.

Observação: isto não é um adeus ao mercado, eu não estou saindo da bolsa de valores e nem deixarei de operar, muito pelo contrário. Isto aqui é um até logo apenas ao blog.

16 de outubro de 2009

análise de fechamento da semana mais tarde

BISA3 - setup de compra acionado



No gráfico dos 60 minutos fica claro como o papel rompeu o triângulo e no final voltou para testar, respeitando e fechando acima novamente: sinal de força compradora. Ainda assim, com um centavinho a mais no fechamento daria mais segurança. Pelo fato do papel estar em tendência de alta e partindo da premissa de que toda congestão tende a romper para o lado dominante, a gravidade deve levar o ativo para o teste dos 8.50 em questão de pouco tempo. O estope da operação está em 7.20, ou mais violinável, logo abaixo da linha superior do triângulo. Médias móveis alinhadas, volume muito alto, movimento vindo. Divergência de alta pelos fundos do IFR e EL.


BISA3 - atenção ao rompimento dos 7.90


Gera entrada com objetivo em 8.50, inicialmente e depois 9.70. Estope na mínima do dia.

Atualizando: rompeu e para quem estava no daytrade, já dá para realizar quase 2% de lucrinho. Para swing trade, tem que fechar acima dos 7.90. Cotação atual 7.96 +5%

Plantão intraday

Mercado segue caindo mas sem tantos exageros como vimos durante a abertura do pregão, e muitos papéis da construção civil operam com fortes altas. Ibovespa acima dos 66k, tentando se manter nessa região, Dow Jones abaixo dos 10k. Realização mega normal até o momento. Sem maiores stresses. Boa tarde a todos.

MMXM3 - bateu na primeira retração de fibo


Pode ser compra? Pode. Estope na mínima do dia para quem não quiser esperar a confirmação.


Bom dia a todos - sangue à vista

Ibovespa futuro bem feio, caindo quase 2% com resultados negativos da economia americana.
Bom dia a todos e bons trades.

15 de outubro de 2009

Sobre MMXM3


Seguinte, se amanhã o papel passar os 12.93 ele formará um início de reversão, com 2 fundos e topos ascendentes no intraday 5 minutos, dando entrada com estope na mínima de hoje, 12.65. Reparem que a mínima de hoje foi muito perto da retração de 61.8% de fibo, e talvez o mercado já tenha corrigido o papel; não dá para saber. Portanto, olho vivo para não deixar a oportunidade passar.

Se amanhã o papel abrir acima do valor, não me perguntem se deu compra: deu, com estope firme em 12.60. Cada um gerencie seu risco.


Fechamento do dia

Ibovespa e Dow Jones fecharam em suas máximas, renovando o pique de ontem e após uma correção muito leve no intraday que chamou novos compradores e deu mais ânimo ao rallye. 66k e 10k já viraram divisores de água e suportes fortes, atenção nesses patamares. GGBR4 brilhando muito, a caminho dos 30 reais, lá se vão não sei quantos porcentos desde a entrada nos 24 comentada aqui no blog. USIM3 e 5 seguem brilhando e sem sinal de topo: seguimos no trade. RSID3, setup de compra acionado hoje no rompimento dos 14 no intraday, estope na mínima do dia. Volto mais tarde para responder aos comentários, infelizmente o dia de hoje está muito atarefado de modo que não estou conseguindo dar atenção a vocês todos. MMXM3, pode dar entrada amanhã, mas não adianta se adiantar. OGXP3 também. Boa noite a todos.

RSID3 - dando sopa na linha de suporte do canal de alta

Se o papel romper essa LTB no intraday, e passar os 14, volta para buscar a linha de retorno do canal de alta e depois os 15.35. Talvez seja o primeiro caso de setup de compra sem confirmação de fundo no diário, vamos ver como se comporta. Estope na mínima do dia: 13.80.

Atualizando: rompeu os 14, setup acionado. Cotação no momento 14.24 +0.99%. Estava caindo na hora do post. Compra das mais técnicas que já postei aqui: perfeita. Parabéns para quem foi.

Bom dia vermelho

Europa e Dow Jones futuro operando em baixa nessa quinta-feira, dia que estatísticamente serve como correção mundial para os mercados. De olho na MMXM3 e OGXP3, aonde fizerem fundo, é cair matando.

Bom dia a todos e bons trades.

14 de outubro de 2009

Herold Bauer

Na última sexta feira com grata surpresa encontrei um leitor MGA no aeroporto de Congonhas, aqui em São Paulo. O avião estava atrasado em 3 horas, e resolví entrar numa livraria para passar o tempo. Lá eu ouvi um cliente perguntando para um vendedor se havia algum livro sobre análise gráfica. É claro que o vendedor fez cara de quem operava na bolsa pelo menos uns 10, 20 anos, pela maestria em não ter idéia do que se tratava. Bem, vendo a dificuldade da situação, tentei ajudar e apresentei àquele cliente da livraria uma série de livros Expomoney, que não eram nada muito incrível, mas poderiam ajudar. Papo vai, papo vem, estava eu conversando com um leitor do blog lá de Porto Alegre: quando poderia imaginar!?

Caro Herold, fiquei muito contente em conhecer um leitor do blog, e especialmente um amigo que faz boa propaganda e já chamou vários colegas do trabalho para participar do espaço. Obrigado pela cordialidade em deixar seu comentário hoje. Escreva e participe sempre que quiser, vai ter preferência, pode ter certeza.

Um abraço cordial, lembrança aos seus amigos aí do Sul. Tchê!

Fechamento do dia

Dow Jones e Ibovespa finalmente alcançaram os objetivos em 10.000 e 66.000. Ambos fecharam lindamente, aqui com volume melhor, e chamam novas máximas no curto-prazo, ainda que não recomendo abertura de posições compradas nessa região que óbviamente oferece mais riscos que benefícios. O ideal é se manter todas posições compradas até que confirme um topo.

Aliás, topo é algo que não existem em CYRE3 e GGBR4, alvos de vídeo análise semana retrasada quando deram compra com estope curto: desde então vão somando 20% de alta.

USIM3 impressionou hoje e subiu 4% totalizando quase 10% desde o setup de compra, fechando acima dos 50, agora tem espaço livre para fechar o GAP em 52.17 e depois o objetivo em 56.

MMXM3, finalmente um candle de topo, vamos ver se ela recua um pouco para cairmos matando no primeiro sinal de fundo.

RSID3, estou de olho, acredito que este papel chega a 16 ainda no curto prazo.

OGXP3, na mira também.

USIM5, segue na alegoria total, sem sinal de topo e nem encerramento do setup de compra.

INPR3, CSAN3, CNFB4, VCPA3 e PMAM3, todos no lenga-lenga, mas seguem dentro do setup inicial, seguem lateralizando até definirem o que farão da vida.

Boa noite a todos.

CITI eleva target para 70mil - piada do dia

Quando tava tudo nos 29k ninguém aparecia para mandar comprar nada. Depois, quando bateu nos 40k, diziam que não era pra comprar que voltava para os 15k. E foi assim, a cada 10k do ibovespa, só comprava mesmo quem visitava o MGA (hehe) e alguns outros refúgios do submundo do mercado. Urubuzada tomando conta da sardinhada e pregando o medo sem fim e o apocalipse now. Agora que está nos 66k todo mundo virou mãe Diná. E mãe Diná da pior qualidade, porque um mecado em 66k, prever que vai subir até os 70k, é piada pura. Vai chutar assim e posar de guru em outro lugar.

Citi eleva alvo do Ibovespa para 70 mil pontos, mas vê menor liquidez em 2010

SÃO PAULO - Com a provável elevação global das taxas de juro, analistas do Citi alertaram para a redução da liquidez nos mercados latino-americanos. Ainda assim, o otimismo predomina, levando sua projeção para o Ibovespa a 70 mil pontos em fins de 2009.

InfoMoney

Antes que os investidores tenham a impressão errada, é bom esclarecer que ainda não é hora dos bears, para a equipe do Citi. "A despeito do vento contrário, nossos analistas não sugerem o pessimismo, mais sim uma diminuição em um grau do otimismo", disseram em relatório.

Brasil em alta
Ainda assim, os analistas do banco norte-americano promoveram ajustes em relação às previsões anteriores, elevando o alvo para o Ibovespa ao final deste ano para 70 mil pontos, frente aos 65 mil pontos anteriores.

"As ações latino-americanas continuam o rali, a despeito do período historicamente frágil", destacam Geoffrey Dennis e Jason Press. Neste cenário, eles mantiveram a recomendação de exposição maior aos setores industrial, financeiro e a produtores de matérias-primas.

Na lista de papéis preferidos na região, os analistas decidiram retirar Usiminas e Redecard, acrescentando as ações da Hypermarcas, com base na "crescente confiança em sua estratégia de aquisições".

Confira os papéis brasileiros na Focus List do Citi:

Empresa Preço-Alvo
AmBev (ADR) US$ 79,00
Hypermarcas (HYPE3) R$ 44,00
Itaú Unibanco (ITUB4) R$ 43,64
Petrobras(PETR4) R$ 37,00
Embraer(ADR) US$ 33,00
Vale (ADR) US$ 24,00
Ultrapar (UGPA4) R$ 100,00
GVT (GVTT3 R$ 48,00


Custo do capital
Ao passo em que as economias da América Latina se recuperam da crise global, os estímulos monetários devem retroceder. Se a pergunta é quando, para o Brasil, a resposta é no segundo semestre de 2010, segundo avaliação do Citi.

Além das decisões locais sobre a taxa de juro, há uma questão tão ou mais importante por trás destes movimentos - a elevação do juro básico nos Estados Unidos, projetada pelo Citi também para o meio de 2010.

"Se o aumento de juro pelo Fed [Federal Reserve] for lento e previsível, a história sugere que as ações latino-americanas podem continuar o rali", afirmou a equipe do banco, citando o exemplo do desempenho dos mercados entre 2004 e 2006. Ainda assim, fica o aviso por parte da equipe do Citi: "esperamos por ganhos mais modestos para a América Latina em 2010".



MAGG3 - anulando sinal de topo


MAGG3, vai anulando sinal de topo deixado após o rompimento da máxima anual e segue no seu arranque em busca do fechamento dos dois gaps em 15.24 e em 16.26. Será que vai imitar a MMX, que deu olé em meio mundo e foi fechar seus gaps deixados na queda do crash do ano passado? O jeitinho é de que vai sim.


RSID3 - compra por recuo no intraday


Papel abriu muito forte e corrigiu até a retração de 61.8% de fibo desde o último fundo do canal de alta, rompendo uma inclinada LTB e confirmando fundo acima da MMe 34 e recuperando a MMe17. O estope fica abaixo da mínima do dia, ou, abaixo do GAP em 13.99.


Considerações do meio dia

BRKM5, para quem pegou no rompimento do pivot de alta, papel mostrando que dá para realizar. USIM3, coisa linda, próximo objetivo em 50, sigo no trade. USIM5, CYRE3, sigo no trade. INPR3, papel segue normalmente dentro da sua tendência de alta: bateu dúvida, releia a análise. Papel em vista: RSID3.

Balanços de empresas americanas alavancam mercados

Por aqui devemos cutucar os 66k, aonde espero alguma realização até no máximo os 67.5k, pois será projeção de 200% de fibo com bom espaçamento das médias e sobrecompra também. E quando digo realização, digo dentro do melhor estilo "caiu-comprou". Estou de olho em MAGG3 acima dos 12.73, BRKM5 que segue cumprindo os targets da minha última análise da dita-cuja, OGXP3 que iniciou uma correçãozinha apetitosa e VCPA3 acima dos 30.70.

Um abraço a todos e bons trades.

13 de outubro de 2009

INPR3 - 2 cenários de fibo





Primeiro cenário: uma abertura em alta, já consolidada pelo fechamento de hoje acima da última retração de fibo e 3 pontos de resistência antes do target em 4.60.
Segundo cenário: um fechamento acima dos 4.60 e o objetivo de 200% de fibo em 5.17, região muito próxima da resistência em 5.20, aonde reside o principal target de curto-prazo do papel.


INPR3 - setup de compra acionado


INPR3, acionou setup de compra ao confirmar fundo e ao mesmo tempo romper congestão de fundo/ LTB. Volume que ficou mais baixo na correção, voltou a subir hoje na compra. Trabalha em região de sobrevenda, tem espaço de sobra para buscar os 4.60 e depois, se vencido, os 4.90 e 5.20. BBs estreitas, movimento vindo. Estope na mínima de hoje, ou mais violinável, aos 4.29 em fechamento. Candle acima das MMes 17/34.


Fechamento do dia

Ibovespa segue rumo ao objetivo nos 66k e não dá chance nem para vendido e nem para líquido: mercado é dos compradores. Mercado já um pouco afastado da média de 20, várias operações em andamento; sim há mais espaço para subir mas já já deveremos ter alguma correção ou lateralização para dar fôlego a novas altas até o TH em 74k.

CYRE3, quem pegou nos 24 hoje deu risada e pode reservar um troco para a Futurong: menos de 2 semanas de trade, 17% de lucro. Segue buscando os 27.98. USIM5, devendo uma busca nos 55.05, setup de compra será encerrado se perder a mínima de hoje. USIM3 subiu 2% e não fez feio não. 49 tem enrosco e depois a máxima do ano, é aonde eu quero ver: 56. PMAM3 fazendo pullback, possívelmente formando a base para novas manifestações altistas. CSAN3 evoluindo devagar e sempre, sem novidades. VCPA3 acima dos 30.70 aumento posição. CNFB4 muito próximo do objetivo, sem novidades.

Além disso aciono hoje setup de compra em INPR3. Análise mais completa em seguida.

Boa noite a todos, bora ser feliz.

INPR3


Fechamento de hoje já confirma fundo no ativo e passando os 4.31 papel segue no arranque com alvo alí nos 4.60. Muita força compradora em área de sobrevenda, alavancando o papel.

Bom dia a todos

Ibovespa descontando a alta do mercado norte-americano de ontem e segue subindo modestos 0.22% com volume baixo. CYRE3 e GGBR4, analisados semana retrasada na vídeo análise seguem muito fortes e rompendo pivots de alta no gráfico diário, papéis que mais me chamam atenção no dia de hoje, seguido da incansável MMXM3. USIM3 entrou no box de setups de compra em andamento, tudo dentro dos conformes, e com uma leve alta de 0.5%: uma realização que respeite os 47.01 reforcará ainda mais o rompimento da congestão de fundo e deixará fortalecido para seguir seu objetivo. Um bom dia a todos e bons trades!

9 de outubro de 2009

Feliz dia das crianças, bom dia de Nossa Senhora Aparecida

Amigos, estou saindo para descansar esse feriadão, voltamos com tudo na terça-feira. Tentarei responder a todos em algum momento de ócio e fazer alguma análise mais completa do panorama do mercado, mas já adianto: fechamento da semana do Ibovespa e do Dow Jones miram rumo aos 66k e rumo aos 10k. Não tem volta e nem jeito. Abraço.

USIM3 - setup de compra acionado



USIM3, fechou acima dos 47.01 e deu entrada com alvo bem distante, nos 56 reais, enrosco nos 49 e GAP para fechar em 52.17. Estope gráfico em 43.50 ou um estope mais violinável em 46.99 em fechamento. Agulhando na compra, faltando tendência. Bandas muito fechadas, prenunciam movimento forte vindo, com viés altista já que o candle força a abertura para cima. MMes 9/21 alinhadas. IFR e EL em elevação. Recuperou LTA outrora perdida e de quebra rompeu uma LTB que pressionava o ativo na venda.

USIM3 - setup de compra à vista


Fechando acima dos 47.01 gera entrada com alvo bem distante, nos 56 reais. Papel bem defasado em relação à irmã, de forma que é possível uma correria maior dela. Estope para a possível operação em 43.50 ou um estope mais violinável em 46.99 em fechamento se confirmar o rompimento da congestão de fundo. Agulhando na compra, faltando tendência. Bandas muito fechadas, prenunciam movimento forte vindo, com viés altista já que o candle força a abertura para cima. MMes 9/21 alinhadas. IFR e EL em elevação.


Grande divergência de baixa no índice futuro


Muita atenção aí, essas divergências costumam não passar em branco. Cotações sobem, IFR não, volume também não. Poderemos ter alguma acomodação.


Dow Jones - na linha de fogo


Dow Jones no momento vai testando uma região de resistência muito forte (veja quantas vezes o índice refugou na casa dos 9800/9900), morada de ursos, e vai precisar mostrar a que veio se quiser montar esse pivot de alta tão aguardado por todos nós. Se o fizer por lá, aqui vai junto e os 66k serão inevitáveis.


MAGG3 - setup de compra finalizado com 25%

MAGG3, fechando o setup de compra, 1 mês de trade, 25% de lucro. DEP, disciplina, estratégia e paciência, não tem outro segredo.

Gráfico do setup de compra acima com a entrada no ativo e abaixo a realização acima da máxima do ano. Pode subir mais? Pode. Mas essa era a estratégia. Bora focar em outros ativos.


DIa de acomodação

Ibovespa, gráfico de 60 minutos, deixou uma leve divergência de baixa no IFR que sugere correção para o dia de hoje. Aliás, acomodação é o que está acontecendo na Europa e nos índices futuros americanos. Segunda-feira feriado por aqui, será que teremos aquela festa das ADRs nos EUA e o famoso descontão para cima na terça? O dia e o fim-de-semana promete.
Me chamaram atenção ontem o rompimento da PETR4, MAGG3, USIM5, FESA4. Olho neles.
Um bom dia a todos e bons trades.

MGA voando entre os grandes - 210 mil leitores e 512 mil pageviews


MGA completando 9 meses de vida. Obrigado a todos os leitores amigos que passam por aqui todos os dias, aqueles que deixam seus comentários e aqueles que só acompanham com os olhos também. É um trabalho cansativo muitas vezes, mas recompensador demais, um verdadeiro investimento em capital humano que todos os dias mostra os seus resultados. Agradeço o carinho, esse espaço é de todos (muito embora quem mande sou eu, hehe, brincadeira). Quero ver cada vez mais os leitores contribuindo com suas análises, quero ver evolução e profissionalismo. Quero blogs concorrentes, quero ver todo mundo aprendendo a investir com seus próprios passos. Esse é e sempre foi o meu almejo, e continuará sendo. Um abraço a todos.

8 de outubro de 2009

Balanço MGA dos últimos setups de compra

CYRE3, segue conforme a vídeo análise de sexta feira passada, já rendeu 7% e segue agora para o desafio do rompimento da máxima do ano, aonde chama novas máximas. Sem sinal de topo.
BRSR6, seguiu conforme análise (para quem não cancelou na primeira realização, pois não chegou no estope dos 10.55 da estratégia inicial) e já rendeu 10% desde o setup de compra inicial. Rompeu máxima do ano hoje e não tem sinal de topo nenhum, de modo que o trade segue até o primeiro candle que sugerir correção.
PMAM3, saída parcial de 50% em 8,15, que era o target inicial traçado pela estratégia, rendimento de 9% em um dia e meio. Seguimos com o restante conforme análise.
MAGG3, já rendemos 23% desde o setup de compra, que está prestes a ser encerrado ao primeiro sinal de topo. O target bateu hoje. Mais um trade vencedor MGA.
VCPA3, prestes a romper um mega W no gráfico diário, rendimento de 8% até agora, mas tem muito mais para dar.
USIM5, já rendemos 12% desde o setup de compra, rompeu hoje congestão lateral e vai em busca dos 50 reais e de lá para os 54.
CNFB4, já rendemos 14% desde o setup de compra, indo buscar a máxima do ano, aonde está o target.
CSAN3, rateando ainda, mas no pequeno lucro ainda. Vamos ver se resolve andar de vez.

MMXM3 - mais esticada impossível


IFR 100, daí pra cima nunca ví passar.
Perdeu o bonde fião? Calma, calma, até os 26 tem chão ainda.


Mercado evoluindo com blue-chips na liderança

Setups de compra seguem evoluindo e já estão cada vez mais próximas dos targets. Alguns deram canseira, mas quem usou de discplina, estratégia e paciência, não tem o que reclamar. Bora mercado.

SANB11 - pegadinha do malandro

Vem pra bolsa que aqui só tem dinheiro fácil! Quer ficar rico então? Entre em IPO! IPO é negócio certo, lucro garantido no bolso! Quer ganhar quanto? IPO do Santander, negocião do ano!


Ráááá: Pegadinha do Malandro! Tome -6% de prejúizo!

Alguma dúvida de que essa IPO do Santander e da Tivit vão deixar o mercado com um pé atrás de novas aberturas de capital? Não é a toa que o Warren Buffet não entra em IPO nem que lhe paguem: você nunca sabe o que vai acontecer.

PMAM3 segue o arranque na abertura a +6%


Rompendo os 8.15 chama os 8.40, 8.70 e 9.60.

Saída parcial em 8.15 com 9% de lucro desde os 7.50.

PMAM3 - Fato relevante

(07/10) PARANAPANEMA (PMAM - N1) / CARAIBA MET (CRBM) - Estudos sobre a
possibilidade de incorporacao da CARAIBA MET / Complemento
DRI: Doris Beatriz Franca Wilhelm


Enviaram o seguinte Fato Relevante:

"Paranapanema S.A. (“Paranapanema”) em conjunto com sua controlada Caraiba
Metais S.A. (“Caraiba”), em atendimento ao disposto no Paragrafo 4 do Art. 157
da Lei n 6.404/76, conforme alterada (“Lei 6.404/76”) e na Instrucao CVM n
358/02, vem divulgar aos seus acionistas e ao mercado em geral o quanto segue:

Nesta data a Diretoria Executiva da Paranapanema apresentou proposta ao seu
Conselho de Administracao para elaboracao de estudos tecnicos visando possivel
incorporacao da Caraiba ao capital da Paranapanema.

Os referidos estudos, baseados em discussoes formuladas no nivel da Diretoria
Executiva da Paranapanema, buscariam a identificacao de uma melhor estrutura
societaria para ambas as companhias que permita: (i) alinhar os interesses de
seus acionistas; (ii) simplificar a sua organizacao, reduzindo custos
administrativos e gerenciais; (iii) possibilitar o aumento de liquidez das acoes
de emissao da Paranapanema; e (iv) obter maior eficiencia no corpo
administrativo, com vistas a atingir maior agilidade na execucao de decisoes
estrategicas e comerciais da Paranapanema, com consequente fortalecimento das
respectivas estruturas patrimoniais, operacionais e organizacionais do grupo de
companhias controladas pela Paranapanema.

Diante das consideracoes apresentadas, o Conselho de Administracao da
Paranapanema aprovou a proposta da sua Diretoria Executiva, autorizando que
todas as medidas necessarias sejam tomadas no ambito de ambas as companhias, com vistas a elaboracao dos mencionados estudos. Santo Andre (SP) e Dias D Avila
(BA), 07 de outubro de 2009.”

Nota : A BM&FBOVESPA esta consultando a CARAIBA MET se as acoes adquiridas em 07/10/2009 ensejarao aos seus adquirentes o direito de retirada a que se refere o art. 137 da Lei 6404/76.

Dia animado mundo afora


Ibovespa deve dar sequência ao seu movimento de alta, indo buscar agora os objetivos em 66k/67k. Bom dia a todos e bons trades. Dia corrido, respondendo perguntas ao meio dia.

7 de outubro de 2009

Índices futuros explodem no after market

Operando em alta de quase 1% depois da notícia de que a Alcoa divulgou resultado positivo durante o período. Pelo jeito do fechamento do DJI e do Ibovespa, o terreno ficou armado para os 9800 por lá e os 65k para cá. Boa noite a todos, perguntas todas respondidas.

PMAM3 - setup de compra acionado



PMAM3, papel corrigiu até sua primeira retração de fibonacci desde o último fundo e fechando acima dos 7.53 deu entrada com estope em 7.22 e objetivo inicial em 8.15, que vencido libera o papel para um teste na resistência em 9.15, e target por projeção de fibonacci na região dos 8.70. Ativo segue com OBV muito otimista, bandas de bollinger querendo fechar, movimento vindo.


Plantão Intraday Dow Jones


Vejam a situação do DJI: num canal de baixa estreito logo acima do mega canal de baixa que o papel conseguiu espacar ontem. Pra onde romper, acelera, e aqui vai junto.


Setup de compra - PMAM3

PMAM3, rompendo e fechando acima dos 7.53 papel dá entrada com estope em 7.22 e objetivo inicial em 8.15, que vencido libera o papel para um teste nos 9.15. Ativo segue com OBV muito otimista, bandas de bollinger querendo fechar, movimento vindo.

Cotação no momento: 7.48
Obs.: Liquidez no papel não é das melhores.

SInal negativo na abertura de SANB11

Papel abriu negativo, contrariando o histórico de aberturas com fortes altas de grandes IPOs.
Ibovespa no marasmo, poucos papéis subindo, entre eles, o comentado ontem a noite, BRKM5 que valoriza 2% no momento; DJI cedendo e querendo voltar para o canal de baixa vencida ontem. Toda atenção e preservação de lucros.

Bancos estão tendo que rebolar: Bradesco -3%, Itaú -2.5%, BB -1.5%.

Bem vindo SANB11

Dia de IPO, rateio veio ótimo, boa sorte para os comprados.
Europa trabalha em leve baixa, DJI futuro perto da estabilidade e IBOV futuro caindo 0.5%.
Bom dia a todos e bons trades.

6 de outubro de 2009

TELB4 e o risco de se operar empresas que não existem - deja vú?


Ontem foi a alegria geral da nação, quando os papéis PN da Telebrás, empresa que existe só no nome, subiam 40% graças as especulações de sua possível recriação para geração de uma estatal de banda larga. Hoje, o luto e o desespero da sardinhada: tiveram de amargar uma desvalorização forte de quase 20% no mesmo papiro. Eu ainda comentava com um amigo, ontem quando a euforia estava a solta, que papéis como TELB4 são cemitérios de muitos miqueiros/especuladores amadores. Motivados pelo desejo de enriquecimento rápido, acabam abrindo mão de um gerenciamento de risco e de um plano racional de investimento para deixar a emoção acabar com suas vidas. Espero sinceramente que você, caro leitor, não tenha sido um desses, e se foi, espero que só tenha colocado alí o que poderia efetivamente perder. Não tente recuperar mais rapidamente ainda o que perdeu em outra dessas apostas do mercado: é alí que você vai deixar o restante. Colocar dinheiro de verdade em empresas de mentira, que não produzem riqueza, que não contribuem para absolutamente nada na sociedade (pois sequer existem!) é cassino, cassino sem luxo, sem neon e sem holofote algum. Quer apostar de verdade, vai pra Las Vegas, lá pelo menos você perde tudo mas pode tirar umas fotos de recordação.

Para quem a Olimpíada no Rio vale ouro


Credit Suisse vê ganhos para empresas como Gol, TAM, Localiza, Gerdau, Light e Net
| 05.10.2009 | 16h29

A escolha do Brasil para sediar as Olimpíadas de 2016 deve multiplicar os investimentos no país nos próximos anos. Um estudo do Comitê Organizador dos Jogos, segundo o banco de investimento Credit Suisse, estima que serão injetados no Brasil 30 bilhões de reais ao longo dos próximos sete anos. Contudo, um exercício do Ministério dos Esportes aponta que, se considerados os investimentos indiretos e seus impactos no longo prazo, o montante triplica, chegando a 90 bilhões de reais.

Os setores diretamente ligados ao evento, como turismo, construção, transporte, mídia e energia, devem ser os mais beneficiados. Portanto, pode-se esperar que as ações de empresas como Gol, TAM, Dufry, Localiza, InvestTur, GP Investimentos, Gerdau e Light tenham forte valorização nos próximos meses.

O Credit Suisse lembra que Barcelona, ao ser escolhida para sediar os Jogos Olímpicos de 1992, viu seu número de turistas duplicar entre 1986 e 2000, com o pico de crescimento acontecendo dois anos após os Jogos. "Companhias como Gol, TAM, Durfry e Localiza podem ganhar com o grande número de turistas tanto no curto prazo como no longo prazo. A LA Hotels (InvestTur) também deve ser beneficiada pelo grande número de turistas, já que possui projetos no Rio, assim como seu controlador, o GP Investimentos, que ainda tem negócios no ramo de restaurantes", diz a instituição em relatório.

O Credit Suisse destaca que em setembro de 1997, após Sidney ter sido eleita a cidade das Olimpíadas de 2000, os setores de construção, transporte e mídia superaram o desempenho do mercado australiano em cerca de 5% nos três meses seguintes. "Nós vemos uma boa oportunidade nas construtoras com operações no Rio, que serão impulsionadas pelo aumento dos preços dos imóveis em decorrência da maior urbanização e do aumento da atividade econômica na cidade, que deverá estimular a demanda por imóveis residenciais e comerciais." (continua)

Fechamento do dia

Bem volátil, Ibovespa fechou positivo mas deixou um candlezinho de cansaço logo abaixo dos 63k, resistência fortezinha como vimos hoje. Se esse candle vai se transformar em topo, é outros 500, e deverá ser monitorado nos próximos pregões. DJI desconfigurou por momento o canal de baixa, fechando logo acima da linha de resistência inclinada, agora suporte inclinado, e precisa com certa urgência romper os 9834 para livrar de vez essa tendência terciária de baixa. Tá caminhando para isso. É esperar para ver. Boa noite a todos. Mais tarde volto para responder os comentários dos amigos.

BRKM5 - rompimento de topo com volume acima da média




Agulhada na compra em formação, tendência no ADX chegando, volume acima da média e espaço para buscar a região dos 12.60 com enrosco nos 12. O estope para quem está comprado fica abaixo da mínima do dia, em 10.45.

Bancos abrem a porteira da realização

Efeito Santander? Itaú, Bradesco, BB, caindo cerca de 1% em dia de alta no Ibovespa. Se adiantaram ao mercado para subir, podem se adiantar ao mercado para descer. Uma coisa é certa: operar rompimento vai ficando cada vez mais perigoso. A melhor tática? Caiu-comprou. Mas sem adivinhar fundo, sempre deixando o mercado mostrar quando vai parar de cair.

MMXM3 - GAPs fechados

Quem diria que MMXM3 fecharia esses GAPs. Eu estava comprado nesse papel, mais de um ano atrás quando ele abriu em queda e fez esses GAPs que hoje são fechados. Me dá até calafrio me lembrar dessa época em que MMXM3 caia no mínimo 10% por dia. Bem, mas os tempos são outros. Vamos ver se motiva alguma realização ou venda no ativo agora para dar chance aos que perderam a última estilingada (eu, por exemplo). Mercado é pura alegria. Sardinhada, cuidado com as TELBs da vida, agora pouco estava caindo só 10%.

Dow Jones - plantão intraday


Gráfico de 60 minutos, vemos uma LTB que pressiona o índice na venda e o teste na linha de resistência. Vejam como candle saiu para fora das bandas: sugere uma correção. Terreno preparado para uma quedinha. Vamos ver se os touros tiram os ursos de cena.

5 de outubro de 2009

CSAN3, acordou ao tocar sua LTA

Precisa seguir o movimento para romper em definitivo essa resistência em 21.60 e correr pro abraço!

Fechamento do dia

A verdade é que fomos salvos pelas Olimpíadas. Sem ela, possívelmente teríamos perdido os 59.500 na sexta e hoje estaríamos repicando dentro de uma tendência terciária de baixa. Como na sexta, enquanto o DJI derretia aqui só fazia subir, hoje a alta deles alavancou um novo pivot de alta por aqui. Seguimos com a corda toda, agora em busca dos 66k com pit-stop nos 63k. Quem ficou liquido esperando uma correção maior, viu a locomotiva indo embora. Quem ficou vendido, foi atropelado. E quem comprou na sexta, foi no embalo da torcida.

Para quem está fora, avaliar sempre o risco X retorno, que no momento, para o curtinho está ruim, mas para o médio e longo prazo, apetitoso sem dúvida.

Boa noite a todos.

2 de outubro de 2009

Vídeo análise - fechamento da primeira semana de Outubro

Vídeo 1 - Vix, Dji, Ibov
Vídeo 2 - Ggbr4, Cyre3, Mmxm3


Mais tarde tem video analise

Efeito Olímpiadas no Rio 2016

HOOT3 +177%
TCNO3 +19%
CYRE3 +4%
TAMM4 +5%

Abertura de hoje

Essa abertura de hoje deixou para mim o sinal amarelo ligado. Não importa que tenham sido os sardinhas a venderem desesperado JHSF3 a -9 e PLAS3 a -7, o importante é a leitura do medo e da aversão ao risco por de trás disso. Como sabemos, foram esses dois fatores que fizeram a queda do ano passado e que fazem todos os crashs. Sinal amarelo ligado. Não existe preço em promoção e nem caro demais. Ano passado vimos papéis caindo 50% e pessoas dizendo que estavam em promoção a cada queda de 5% sem saberem quando o fundo chegaria. Nessa, alguns trilhões foram para o ralo. Risco tá alto demais no momento.

Sinal amarelo


JHSF3 -9% e PLAS3 -7%. Só ví isso em pleno Bear Market. Muito cuidado gente, pouca exposição comprada, por favor.

O sentimento é de medo, mas a realidade ainda mostra esperança

O dia de ontem, especialmente no DJI foi muito feio. Em um dia, apagou os ganhos dos mês passado inteiro. A atenção para a "salvação" do dia fica agora para o payroll divulgado as 9h30, e deve definir o tom dessa sexta-feira. Por lá, já entramos numa terciária de baixa. Por aqui, ainda seguramos acima dos 59.600. Se perdermos, entraremos também em tendência de baixa no curto prazo. Índice futuro ibovespa ainda sem pânico, em queda de 0.34%. Ainda que essas reviravoltas do mercado nos dêem medo, sabemos que num movimento de alta as quedas também estão presentes e ajudam a manutenção altista. Mas sem dúvida, o mar não está para peixes, muito menos para sardinhas. Mais do que nunca é ficar atento aqueles papéis descolados do índice, aqueles que ficam azuis no mar de sangue e tentar pegar carona alí.

Atualizando: payroll veio pior esperavam, 175k, veio 263k. Mercado deve acelerar a queda.

1 de outubro de 2009

MMXM3 e PLAS3



MMXM3, região dos 11.60 deve chamar realização e venda, quem estiver comprado atenção alí.
PLAS3, pobrezinha, estão socando a coitada. Atenção aos suportes em 2.30 e 2.24.


Breve estudo sobre INPR3 - intraday


Esse papel respeita bastante Fibo, portanto fiz um pequeno estudo sobre a trajetória do papel nos próximos dias, sendo que se perdermos os 4.01, a descarga vai puxar feio o dinheiro dos comprados. Considerando que a tendência principal é de alta, acreditamos no movimento ascendente. Nesse caso, o rompimento amanhã do patamar dos 4.31 fortalece o pivot de alta no intraday e lança o papel para os seguintes patamares: 4,37 - ponto a vencer, 4,47 e finalmente 4.60. A partir desse ponto os objetivos de curtíssimo para o ativo fica em 4.68 e depois em 4.82. Um retorno do papel abaixo da casa dos 4 reais cancela essa possível linda história de alta. Candles trabalhando acima das MMes 27/55 no gráfico de 15 fortalecem a tendência de alta, e servem de suporte e apoio para o ativo, podendo servir inclusive de parâmetro para estopes móveis bem curtos desde que exista rompimento de ambas médias para baixo com confirmação.

Inpar e Agre - notícia quentinha

Primeiro Lugar

Por Marcelo Onaga | 01/10/2009

IMÓVEISO investidor espanhol Enrique Bañuelos, que desde o fim do ano passado se associou à incorporadora Agra e comprou a Abyara e a Klabin Segall, negocia a aquisição de mais uma incorporadora: a InPar, fundada por Alcides Parizotto. No fim do ano passado, a InPar enfrentou problemas de caixa por causa da crise financeira e despertou o interesse de diversos investidores, inclusive o de Bañuelos. No início deste ano, o fundo de investimentos americano Paladin investiu 180 milhões de reais na empresa e passou a dividir o controle com Parizotto. Nas últimas semanas, depois de ter anunciado os planos de consolidação de suas incorporadoras no país sob a marca Agre, Bañuelos teria voltado a negociar a aquisição do controle da InPar. De acordo com um executivo próximo à Agre, as conversas estão em estágio avançado. A Agre confirma que Bañuelos já teve interesse pela InPar no ano passado, mas afirma que não há nenhuma negociação em andamento. A InPar não comenta.

INPR3 - fundo em retração importante



INPR3, quem me chamou atenção hoje. Como eu já havia analisado desde o último topo, um respeito na retração de 62.8% de fibo, em 4.19, chamaria nova compra do mercado. Quando ví o papel em 4.01 pensei que o papel iria mesmo era buscar os 3.92, mas perto do fechamento deu rallye forte e fechando acima da retração de compra de fibo já mencionada, chamou realização nos vendidos e armou figura de pivot clássica. Nada é melhor para a manutenção de uma tendência de alta do que um fundo sobre a retração de 62.8%, apesar de não ser garantia de que vai buscar a última máxima, é característica recorrente de tais comportamentos altistas. No intraday, rompeu LTB no intra, fazendo pullback e respeitando (confirmando suporte inclinado aí), e precisa agora fazer um topo ascendente amanhã nesse tempo gráfico, rompendo a máxima de hoje, e confirmando a busca até os 4.60 e depois até os 5.20. Volume nos candles de compra muito altos, confirmam apetite dos touros. Vamos ver o que acontece amanhã. Estope em 4.00. Bollinger no gráfico diário fechando, chama movimento.

Atualizando: esquecí de um detalhe importante, que no gráfico de 15 minutos as médias móveis 27/55 que uso para rastrear tendência, essas voltaram a trabalhar abaixo dos candles, aumentando as chances de uma busca pelo último topo.


Fechamento do dia

Ibovespa segurou a peteca, e de novo não perdeu os 60.000. Forte como um touro mas indefinido ainda. DJI, fechou com um bozu vermelho cravado nos 9500, retração de 61.8% de fibo desde o último fundo, pede um repique para amanhã, o que não significa muito não, mas pelo menos um alívio na venda deve/pode dar. Por lá, indicadores quase sobrevendidos, não demora a chamar compra não.

MMXM3, deu entrada ontem, seguiu estrada hoje. Muito bonita.
BRSR6, gostei do fechamento, suporte forte em 10.80, tá segurando o papel. Daí pra cima fia.
RSID3, GFSA3, CYRE3 deixaram figuras de baixa muito fortes. Atenção aí.

INPR3 - evoluindo


Vamos ver como fica o fechamento, mas tá evoluindo para encerrar a venda.

INPR3 - atenção aí




Se o papel deixar um candle de fundo - martelo - e fechar respeitando a retração de Fibo de 62.8% (em 4.19), dará entrada agressiva com estope em 4.00 (se lembram da análise em vídeo que fiz outro dia?). Passandos os 4.20 ficaria ainda mais seguro. Me chama atenção a presença do Morgan Stanley no ativo, que não entra para brincar.


Alguém infartou hoje, certeza


Vejam a mínima do candle de baixa e o volume...se eu estivesse comprado e na frente do HB, tinha virado presunto na hora. Ah, renda variável!

Divergência de baixa falando mais alto na abertura

Não teve jeito, a divergência de baixa falou mais alto na abertura de hoje e jogou as cotações para baixo, de modo que a situação vai ficando mais perigosa no momento, para comprados e vendidos, diga-se de passagem. Enquanto os 62100 não forem superados, ficará esse chove não molha.

Dia corrido hoje, indefinição do mercado não me deixa enxergar nenhum trade para o dia, vamos ver se no fechamento clareia um pouco. Um bom dia a todos.